Três amigos foram presos no final da tarde de ontem (31), após assaltarem uma mercearia na Av. Santa Cruz do bairro Jabaraí, em Guarapari. Tiago Teixeira da Silva de 22 anos, Michael Kruger dos Santos de 18 e um menor de 17 anos são moradores da cidade de Vila Velha, e usaram o carro da mãe de Michael para cometer o crime.

IMG-20140731-WA0002
Michael é de Ponta da Fruta, em Vila Velha e estava usando o carro da mãe, para cometer os crimes.
IMG-20140731-WA0004
Tiago e o menor de idade são moradores do bairro Ulisses Guimarães, região de Terra Vermelha em Vila Velha.

Por volta das 14:30h, dois deles entraram armados no estabelecimento e renderam os funcionários e próprio dono do local. “Eles entraram, pegaram meu celular e minha aliança, renderam a menina do caixa e pediram todo o dinheiro. Depois eles pegaram os aparelhos de celular de outras pessoas que estavam na mercearia”, conta o comerciante.

Toda a movimentação durou menos de 15 minutos, e antes mesmo deles saírem da loja, os assaltantes ainda agrediram uma funcionária. “Na hora que eles estavam saindo, um deles pediu o celular da menina do caixa e ela reagiu, segurando a mão dele. Nesse momento, ele deu uma coronhada na cabeça dela”, conta o comerciante, que preferiu não ser identificado.

droga.celular.arma.aliança
Todo o material roubado foi recuperado pelos policiais, e a arma usada no crime foi apreendida.

 Apenas dois deles estavam na mercearia, e um dos amigos ficou no carro. O veículo foi abordado na Rodovia do Sol, na altura do bairro Santa Mônica e os policiais encontraram todo o material roubado, além da arma usada no crime, um revolver calibre 38 com 6 munições intactas, R$715 reais em dinheiro, muitos talões de cheque,  cerca de sete celulares, uma carteira e a aliança do comerciante.

Outros comerciantes do local já foram vítimas dos amigos. “Os comerciantes da região que já foram assaltados, reconheceram os criminosos, sendo as mesmas pessoas que cometem os assaltos”, explica o Capitão Coelho Dias, que diante das acusações, os três foram encaminhados à 5ª Delegacia Regional de Guarapari.

Deixe seu comentário