Preocupada com a falta de máscaras cirúrgicas nos centros de saúde, a estudante de psicologia Eldriana Ferreira dos Santos elaborou uma ideia interessante aos que estão em casa se protegendo do Covid-19. A servidora pública, que complementa a renda como costureira, resolveu confeccionar e comercializar máscaras de tecido para uso doméstico.

A encomenda de máscaras de tecido customizadas é feita pelas redes sociais.

Conscientização. Devido à comoção pública diante do novo coronavírus, chegou a faltar máscaras cirúrgicas de proteção em hospitais e unidades de saúde. “As máscaras cirúrgicas acabaram faltando por causa dessa loucura que tá sendo causada”, afirmou Eldriana. “As pessoas ficaram muito vulnerávels pelo pânico e se desesperam, acabando por comprar coisas sem real necessidade. Afinal, a máscara cirúrgica é recomendada para ambientes de serviço de saúde. As de tecido são pra uso doméstico”, ressaltou, afirmando que as máscaras de tecido não podem ser utilizadas em ambientes hospitalares, por exemplo.

Máscaras de tecido. Eldriana, por ter bronquite asmática, costurava máscaras de tecido para fazer a limpeza da casa, além de proteger os três filhos caso estivesse gripada. A servidora pública, que já costurava e confeccionava artesanato para complementar a renda, iniciou o projeto no último sábado, para comercializar as máscaras caseiras de proteção. Essa ideia veio quando ela ficou sabendo que o Ministro de Saúde, Luiz Mandetta, estimulou a produção caseira de máscaras como prevenção do Coronavírus. “A partir daí, comecei a anunciar em grupos do Facebook, no meu Instagram e nos meus contatos do WhatsApp”, contou Eldriana.

Personalizadas. Como as máscaras caseiras são feitas de material 100% algodão, o tecido também é customizado. “A prevenção pode ser feita com cores e flores”, comenta Eldriana sobre os itens, que devem ser higienizados a cada 3h com sabão neutro. Fica ideal para uso após utilizar ferro de passar sob o tecido. “Neste momento tenso, vamos deixar as máscaras cirúrgicas para os profissionais de saúde. Precisamos conscientizar a população que há pessoas contaminadas, que não podem ficar sem”, completou.

SERVIÇOS

Eldriana Ferreira
Instagram
Telefone: 27 99825-1627

Deixe seu comentário