Perocão, localizada entre as Praias de Santa Mônica e as Três Praias é uma antiga vila de pescadores que cresceu e hoje se confunde com a paisagem urbana, mas que ainda guarda um pouco do charme e a da beleza original.

Não se sabe ao certo há quanto tempo existe a vila de pescadores, mas do local, existem relatos que remontam ao século XVII. Logo ao entrar no “miolo” da vila já é possível sentir a atmosfera diferente. A impressão que se tem é que o tempo desacelera.

O canal de Perocão vale à pena ser contemplado. Foto: João Thomazelli/Portal 27
O canal de Perocão vale à pena ser contemplado. Foto: João Thomazelli/Portal 27

O movimento dos barcos chegando ao cais vindos do mar e o som das peixarias dão o ritmo da visita. Vale dar um pulinho na “Ponte do Camelo”, e contemplar o canal do rio Perocão, que desemboca um pouco mais à frente no mar. A vista é deslumbrante.

Indo um pouco mais para dentro da vila, o visitante encontra a praia do Boião. Lugar calmo e afastado da badalação. As águas da praia não são cristalinas como de outras, mas ainda assim, um mergulho é salutar.

Praia do Morcego
Praia do Morcego. Lugar de águas claras e calmas e afastado de tudo. A tranquilidade impera. foto: Terra Capixaba.

Praia do Morcego. Mas a joia da majestade de Perocão é a Praia do Morcego. Uma pequena faixa de areia que fica escondida entre as pedras a meio caminho das Três Praias. Lugar de águas claras e calmas e afastado de tudo. A tranquilidade impera.

Moquecadebadejo
Os restaurantes do local oferecem ótimas iguarias vindas do mar.

Depois de visitar as praias, o visitante pode saborear uma das refeições do Restaurante do Nem, um dos mais antigos da vila. “A moqueca de badejo é o nosso destaque. Sem dúvidas o prato mais apreciado pelos nossos clientes”, explica Luciano Queiroz de Aragão, o Galego, que hoje administra o negócio da família. O restaurante funciona há pelo menos 37 anos no mesmo lugar.

Agora, para falar de tradição, não podemos ignorar a Peixaria do Romário. A peixaria, aberta por Romário Reis há pelo menos 50 anos, é uma referência para muita gente que procura um peixe fresco para preparar no fim de semana.

Todo sábado, principalmente na parte da manhã, o coração da aldeia de Perocão fica parecendo cidade grande. O número de carros e de pessoas que buscam a peixaria para comprar o que o mar de Guarapari tem de melhor para oferecer é impressionante.

Praia do Boião: sossego. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Praia do Boião: sossego. Foto: João Thomazelli/Portal 27

E não são apenas pessoas de Guarapari que vão à vila para comprar pescado não. Na verdade, por vezes, veículos com placas de Vitória e Vila Velha, além de outras cidades da Grande Vitória, são maioria no local. Portanto, se você quer conhecer um lugar charmoso e bucólico, além de conseguir comprar um peixe de primeira qualidade, faça uma visita Perocão. Você não vai se arrepender.

Confira outra reportagem da série #verão2016

#Verão2016: Praia de Setiba é opção de tranquilidade em Guarapari