O vereador Dr. Rogério Zanon (PSB), afirmou na manhã de ontem (11) em vídeo divulgado a imprensa, que a prefeitura tem um déficit de mais de R$ 59 milhões em suas contas. Ele mostrou uma documentação, onde diz que existem quatro alertas do Tribunal de Contas do Estado (TCES), avisando a prefeitura sobre esse valor negativo nas contas.

Déficit. O déficit ou deficit, segundo o dicionário, significa aquilo que está em falta para o preenchimento de uma quantia numérica, correspondendo a diferença entre o valor previsto e o valor realmente obtido. Na economia, o chamado déficit no orçamento (déficit orçamentário) representa que a expectativa do valor das despesas será superior ao das receitas disponíveis.

Alerta. O alerta sobre esse déficit foi dado primeiramente em vídeo divulgado nas redes sociais, pelo empresário Gustavo Guimarães, que pediu aos vereadores, a não aprovação dos R$ 45 milhões de empréstimo que o prefeito pede. Agora, também de posse desses documentos, o vereador afirmou que vai acionar o TCES através da Comissão de Economia e Finanças da Câmara, para que eles detalhem esses débitos. Veja o vídeo.

Nota A. O Portal 27, procurou a prefeitura para mostrar a versão do município e saber se a informação destes documentos procede e recebemos um documento de nada consta e a seguinte resposta.

“A Administração Municipal desconhece o suposto documento e estranha tais alegações, uma vez que o Tesouro Nacional divulgou, em último Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais 2019, classificou Guarapari com nota A em todos os indicadores: endividamento, poupança corrente e liquidez.

Documento de nada consta enviado pela prefeitura

Isso significa que, o município está em dia com as certidões de regularidade, tem capacidade de pagamento, está apto a realizar operações de crédito e esta em dia com a lei de responsabilidade fiscal.

Assim, visando colaborar com a transparência dos atos da gestão, foi solicitado ao Portal 27, responsável pela matéria, cópia da documentação citada para os devidos esclarecimentos. Entretanto, até o momento, o município não recebeu os documentos do veículo de informação, ou dos responsáveis pelas alegações.

Conforme documento em anexo, o Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo certifica que, até a presente data, não consta registro de contas julgadas irregulares, referente ao Município de Guarapari.”

Nota da redação: Com relação a documentação que e prefeitura cita, tentamos obter copias junto ao vereador, mas o mesmo através de sua assessoria nos informou que: “A assessoria de comunicação de Dr. Rogério Zanon informa que o vereador só mostrará estes documentos em sessão plenária na câmara de vereadores para que toda população fique ciente destes fatos relatados”.