A delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) de Guarapari encerrou hoje o inquérito que investiga a tentativa de latrocínio em que foi vítima um policial civil no dia 25 de dezembro de 2015 e apresentou os três envolvidos no crime.

Cleiton (D) é apontado pela polícia como o autor dos disparos que feriram o policial civil. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Cleiton (D) é apontado pela polícia como o autor dos disparos que feriram o policial civil. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Em janeiro deste ano Julio Cesar Simões, 27, já havia sido detido com uma arma e confessado a participação no crime. Na tarde de hoje outros dois homens, que de acordo com a polícia tem envolvimento no caso também foram presos. São eles: Lindomar Bernardo, 40, que teria levado um dos suspeitos até o local do crime e Cleiton Ramos de Almeida, 19.

Para a polícia, foi Cleiton quem atirou no policial, versão confirmada por Júlio  Cesar, que disse que confessou o crime porque estava confuso. Cleiton, em uma acareação feita hoje à tarde, teria admitido ser o responsável pelos tiros, mas disse que só se pronuncia na presença do juiz.

Assista o vídeo onde os envolvidos contam sobre suas participações no crime:

Deixe seu comentário