O estacionamento rotativo na Praia de Bacutia virou alvo de reclamações dos usuários nesta quinta-feira de feriado (12). Os motoristas que estacionaram o carro na praia denunciaram irregularidades na cobrança do rotativo.

Empresário estacionou seu veículo e diz ter pago por 6 horas de rotativo o valor de R$ 10,00

Um empresário, que preferiu não se identificar, estacionou seu veículo e diz ter pago por 6 horas de rotativo o valor de R$ 10,00. Horas depois, olhando no cupom, percebeu que o valor correto era de R$ 8,00 reais pelo tempo previsto. Ele conta que se sentiu lesado. “Minha esposa me alertou que não estava certo, mas na hora não percebi. Fiquei com isso na cabeça e quando fui olhar no cupom estava escrito que custava R$ 8,00 reais. Só que eu paguei R$ 10,00. Fiquei nervoso, não pelos R$ 2,00, mas pela situação que havia acontecido”, conta.

O empresário diz que retornou à mesma praia hoje (13), e que reconheceu o agente que efetuou a cobrança indevida. Ele conta que o funcionário do rotativo teria alegado que cobrou o valor superior para o caso do motorista se atrasar e exceder o tempo que havia pagado. “Ele falou que ali, como era área de praia, as pessoas sempre ficavam à mais do que pagavam, e que ele já pegava o valor a mais para cobrir esse tempo. Eu não permaneci nem as 6 horas que paguei. Falei com ele que o certo era, que se excedesse o tempo, ele tinha que me multar, não me cobrar por um tempo que nem sabia se eu ia ficar. Ele viu que estava nervoso e me devolveu o dinheiro”, relata.

Demarcações. Outra denuncia sobre o rotativo na Praia de Bacutia é a da cobrança pelo estacionamento em área não demarcada pela empresa. No vídeo, o motorista mostra um fila de carros com o cupom da cobrança do rotativo, mas não há a marcação das vagas, e também não é possível ver a placa da empresa.

Em outro vídeo o motorista cobra explicações do agente que efetuou a cobrança em local indevido.

O Portal 27 procurou empresa responsável pelo rotativo na cidade, e o surpervisor, Weber de Almeida Castilho, explicou que os funcionários passam por um treinamento e que não são orientados à fazerem cobranças indevidas. O supervisor fala ainda que vai identificar o agente para esclarecer a situação. E alerta que os usuários só devem pagar pelo estacionamento nas áreas demarcadas e nos preços estabelecidos.

Comments are closed.