A Associação de Comerciantes de Guarapari e a Vista Group Network (empresa que explora o rotativo na cidade) assinaram na tarde desta quinta-feira (28) a minuta do acordo que pode pôr fim ao impasse do funcionamento do sistema de estacionamento rotativo no Centro de Guarapari.

Agora o acordo, que também foi assinado pelo prefeito Orly Gomes, foi encaminhado para o Tribunal de Justiça e será homologado. Se o desembargador aceitar o acordo, o rotativo pode voltar a funcionar amanhã.

Foto: João Thomazelli/Portal 27
O acordo foi encaminhado para o Tribunal de Justiça. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“Conseguimos chegar a um acordo com a VGN em vários pontos onde haviam conflito entre a população e a empresa, como, por exemplo, a situação das pessoas que vão trabalhar de moto no Centro. A empresa concordou em criar uma zona livre na Rua do Trabalho para motos. Serão cerca de 50 vagas para motos, sem cobrança de estacionamento”, explicou Themístocles Santana, vice-presidente da Associação.

Além da zona livre para as motos, a situação dos moradores de prédios que não possuem garagens também foi resolvida. Foi definido que os proprietários de apartamentos terão direito a gratuidade para uma vaga.

Além destes detalhes, a prefeitura já havia decretado que o tempo máximo na orla das praias será de seis horas e não quatro como havia sido definido anteriormente.

Themístocles conclui: “A associação nunca foi contra a implantação do rotativo, mas sim contra a forma como a implantação se deu, sem consultar a população e fazendo do jeito que eles queriam. Com este acordo acredito que ganha-se dos dois lados”.

Entenda o caso

Foto: João Thomazelli/Portal 27
A Prefeitura de Guarapari tenta implantar o rotativo no município desde abril de 2015. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Desde abril de 2015 a prefeitura tenta implantar o sistema de estacionamento rotativo pago em Guarapari. Depois de suspensões e muita disputa judicial ao longo do ano, em dezembro finalmente a empresa ganhadora da licitação, a Vista Group Network (VGN), começou a operar, mas, dias depois, a cobrança foi suspensa.

O acordo assinado hoje entre a prefeitura, VGN e Associação de Comerciantes da cidade pode pôr um fim à disputa. Separamos alguns links de matérias feitas sobre o rotativo para o leitor entender um pouco do que se passou durante 2015 até o início deste ano em torno da implantação do rotativo:

+ Cobrança para estacionar no Centro e Parque Areia Preta em Maio

+ Estacionamento Rotativo começa a funcionar no dia 20 em Guarapari

+ Empresa esclarece dúvidas sobre rotativo em Guarapari

+ Municipalização do trânsito pode ser aprovada amanhã em Guarapari

+ Cobrança do rotativo é adiada em Guarapari

+ Prefeitura divulga nota de esclarecimento sobre o rotativo

+ Liminar proíbe implantação do rotativo em Guarapari

+ Empresa do rotativo começa a demitir funcionários em Guarapari

+ Liberado funcionamento do estacionamento rotativo em Guarapari

+ Prefeitura de Guarapari pressiona e Câmara aprova novo projeto do rotativo

+ Semana começa com rotativo em Guarapari

+ Rotativo começa a funcionar em Guarapari mas população ainda tem dúvidas

+ Ação na justiça paralisa (novamente) rotativo em Guarapari

+ TJ mantém suspensão do rotativo em Guarapari

+ Associação e VGN se reúnem e rotativo pode voltar na próxima terça-feira

Deixe seu comentário