Um grupo de estudantes de engenharia da UFES está construindo o primeiro barco do Espírito Santo movido a energia solar. Eles vão representar o Estado em uma competição entre universitários de todo o país, o Desafio Solar Brasil, que será realizado no final do ano em Búzios, no Rio de Janeiro.

O projeto Solares é composto por 29 estudantes de engenharias diversas da UFES. Foto: Arquivo Pessoal

O projeto dos estudantes capixabas foi batizado de Solares e é composto por 29 alunos de diversos ramos da engenharia. O estudante de engenharia mecânica Thales Vicente é morador de Guarapari e faz parte do projeto. Ele explicou que “o Solares é um projeto interdisciplinar da UFES que visa a utilização da energia do sol para converter em outros tipos de energia como elétrica e mecânica. A gente pegou as placas usadas para captação de energia solar e estamos fazendo toda a modificação para o armazenamento de energia. Estamos trabalhando em cima da construção do barco para utilizar essas placas e converter em energia elétrica e alimentar o motor”.

Após construírem o barco movido a energia solar, os universitários vão para Búzios participar do Desafio Solar Brasil, que é inspirado na versão holandesa Dutch Solar Challenge e acontece anualmente em Búzios desde 2009. “É uma competição a nível nacional com barcos de várias universidades. Os barcos fazem essa competição para ver quem ganha. Vai ser no estilo maratona mesmo, vão ter vários tipos de prova e nós teremos que passar por várias etapas”, explicou Thales.

Mas antes de participar dessa competição os estudantes têm um outro desafio, conquistar o patrocínio para construir o barco. Para isso eles estão participando de um concurso no Facebook. “A gente também está participando de um concurso de likes (curtidas) para concorrermos a um patrocínio para o nosso projeto. Para ajudar basta curtir o link e a equipe que conseguir mais curtidas é quem ganha o patrocínio da empresa que vai entregar os materiais para a construção do barco”.

O barco ainda está sendo construído e os estudantes usam placas de captação de energia solar modificadas no projeto. Foto: Arquivo Pessoal

Além do primeiro barco do Espírito Santo movido a energia solar, os estudantes também desenvolveram dois projetos paralelos. O primeiro é o carregador solar, que usa a energia do sol para carregar aparelhos celulares, e o outro é o carrinho solar, que é um veículo movido pela energia do sol e controlado remotamente por um aplicativo de celular. 

Acesse o link abaixo e curta a foto no Facebook do projeto dos universitários capixabas :

https://m.facebook.com/lojaecomposites/photos/a.1954345018177422.1073741831.1835717140040211/1954406131504644/?type=3&source=54