A Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Guarapari, que atua há 18 anos no município, criou a campanha “Solidariedade e União”, visando arrecadar doações de mão de obra e materiais para a finalização da construção de sua sede própria. A obra teve início em 2010, mas até hoje não foi concluída.

Foto: Reprodução
A Apae precisa de doações para concluir a obra de sua sede própria. Foto: Reprodução

A nova sede irá aumentar a capacidade de atendimento da instituição, além de oferecer aos usuários serviços diversificados em local adequado. A campanha é uma parceria da Apae com a Sindicig (Sindicato da Indústria da Construção Civil de Guarapari) e busca a melhoria na qualidade de vida das pessoas com deficiência.

A Lions Clubs International – organização voltada para assuntos humanitários – concedeu o subsídio de mais de R$ 100 mil em equipamentos à Apae, para a instituição poder equipar e estruturar as salas de fisioterapia, fonoaudiologia e cozinha.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O problema é que a Apae precisa estar com a obra da nova sede pronta até julho de 2016, de acordo com Luciane Cerutti Pádua, presidente da Apae de Guarapari, pois o subsídio concedido pela Lions vence depois dessa data e os equipamentos tem um prazo limite para serem instalados.

A iniciativa pede a ajuda de quem possa doar mão de obra e, principalmente, materiais para reboco, pintura, elétrica, hidráulica, portas e janelas, além de pisos e revestimentos.

*Por Gessika Avila

Deixe seu comentário