O questionamento dos pais é que, por ficar 1 ano sem aulas presenciais, os materiais escolares das crianças, como borrachas, lápis, apontadores e outros, deveriam estar guardados nas instituições, mas agora, com a volta às aulas marcadas para o dia 1º de março, as escolas novamente solicitaram o material individual para os alunos.

A lista de material entregue, de acordo com os pais, é a mesma do ano passado, e os materiais já foram entregues em 2020, portanto, questionam por qual motivo devem comprar novamente os itens listados.

Lista de material escolar divulgada pelas escolas da rede municipal. Foto: redes sociais.

Juliana da Penha Coura, faxineira e mãe de um aluno da rede, criticou a situação e questionou por quais motivos os materiais do ano passado não serão usados ou entregues para os alunos.

“Com a volta às aulas, estou recebendo várias mensagens em grupos de Whatsapp, eu e outros pais e mães não concordamos com eles pedindo novamente o material escolar. Minha filha, por exemplo, não usou os materiais que eu comprei no ano passado, já que as aulas presenciais ficaram pausadas devido a covid-19”, contou Juliana.

A mãe ainda continuou falando sobre a difícil situação que a população do município está passando ao todo, com a situação financeira apertada e precisando economizar, sem ter uma justificativa apresentada para o gasto com produtos escolares, sendo que os antigos não foram usados.

“As coisas estão apertadas para todo mundo, não podemos ficar gastando tanto dinheiro assim, os materiais escolares que eu comprei ficaram na escola, sem uso. Minha filha estuda no Florisbela Lino Bandeira, e lá, mesmo sem ano letivo presencial, estão pedindo essa lista completa de materiais para cada aluno”, finalizou Juliana.

Escolas municipais estão pedindo novos materiais para o ano letivo de 2021, iniciado em 1º de março.

O outro lado

Questionamos a Prefeitura Municipal de Guarapari, responsável pela administração das escolas da rede municipal, sobre a situação do material escolar e porque os pais devem comprar outros, se os de 2020 não foram usados, perguntamos também se esses itens continuam guardados nas escolas, confira abaixo a nota.

“A Secretaria Municipal da Educação informa que a lista de material escolar é entregue no ato e/ou confirmação da matrícula do aluno e contém itens de uso pessoal.

Considerando o período de pandemia em 2020, as escolas da rede municipal foram orientadas ao diálogo aberto com os pais e responsáveis em relação à economicidade e ao reaproveitamento dos materiais do ano anterior.

Ressaltamos que muitos recursos foram utilizados no período de distanciamento para a entrega de atividades remotas, a confecção de  jogos, as atividades impressas e lúdicas no Programa de Atividade Complementar (PAC).

Importante ressaltar que os materiais de uso pessoal, que não foram utilizados pelos estudantes, podem e devem ser reaproveitados no ano de 2021, até mesmo o próprio caderno.

Aproveitamos a oportunidade para reiterar à toda comunidade escolar e, em especial aos pais e responsáveis, que os diretores estão preparados para recebê-los, esclarecendo quaisquer dúvidas referentes a esta e outras situações.

A Secretaria Municipal da Educação também se coloca à disposição.

Atenciosamente,
Equipe SEMED”

*Atualização: A equipe da escola Florisbela Lino Bandeira esclareceu a situação e comentou que todos os materiais estão sendo devolvidos aos alunos desde o começo do ano no local, conforme informaram por grupos de Whatsapp entre pais e professores. Caso algum responsável tenha dúvidas sobre o material que ainda não pegou, basta entrar em contato com a escola.

Deixe seu comentário