Depois de duas horas de discussões, o projeto de lei da prefeitura de Guarapari, que concede abono de R$ 500 reais para os servidores do município, foi aprovado por unanimidade durante a tarde de hoje na Câmara Municipal.  

Abono foi aprovado por unanimidade durante a tarde de hoje na Câmara Municipal.  

A polêmica ficou por conta do fato de que o abono contempla apenas os servidores que estão na ativa em 2019. Os que trabalharam em 2018 e que não estão mais nos quadros de funcionamento da prefeitura não vão receber.

Dts. O diretor do Sindicato dos trabalhadores na educação falou que é uma pena os trabalhadores em designação temporária terem ficado sem o abono. “O Sindiupes nunca foi contra abono, mas é uma pena não contemplarem os DTs , pois eles são tão importantes quanto os efetivos. Mas mais interessante seria se os servidores tivessem aumento de salário ao invés de abono”, disse Tiago Melo.

Thiago Magno, presidente do sindicato dos servidores de Guarapari também concorda que o abono é positivo. “É muito bom, mas infelizmente os trabalhadores de 2018 ficaram de fora. A injeção deste dinheiro acaba melhorando até mesmo o comércio local, pois a maioria vai ser gasta aqui na cidade. Os vereadores estão encaminhando um ofício para o prefeito pedindo o abono para os que ficaram de fora e vamos acompanhar a situação”, afirmou.

Prefeitura

A prefeitura explicou porque os servidores que trabalharam o ano passado não foram contemplados no projeto de lei.

“O abono não foi pago em 2018 porque os vereadores só votaram o Refis em 2019. Neste ano, não é possível pagar abono aos servidores que deixaram de integrar o quadro de pessoal do município. Abono não tem caráter indenizatório. O executivo fez seu papel enviando o Refis dentro do prazo correto”.

Em tempo

Pouco antes das 19 horas, os vereadores aprovaram o segundo Projeto de Lei do dia, que se refere ao abono para os aposentados e pensionistas do município. A exemplo da primeira matéria, o projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores.

Agora os vereadores discutem o terceiro projeto que é sobre a verba para o Carnaval deste ano, com liberação de verba de R$ 315 mil para ser aplicado na festa. Às 19h30 o projeto ainda estava sendo discutido.

Verba de Carnaval

Com exeção dos vereadores Oziel de Souza e Paulina, todos os outros 14 vereadores que tem direito ao voto (o presidente só vota em caso de desempate) aprovaram a verba de R$ 315 mil para o carnaval em uma sessão que duou quatro horas.

Os projeos aprovados hoje seguem para a sansão do prefeito Edson Magalhães.

*última atualização às 19h38

Comments are closed.