Ele foi bem votado nas eleições de 2012 e considerado um fenômeno das eleições extemporâneas de 2013 (as que tiveram que ser refeitas por que o ex-prefeito Edson Magalhães não podia disputar). Ali, ele quase se tornou prefeito obtendo 23.019 votos, perdendo por apenas 1.690 votos para Orly Gomes (PDT), que era o indicado de Edson.

Após isso, Von mudou de partido, indo para o PSD, disputou uma eleição para deputado Estadual em 2014, onde teve 10.159 votos e desde então aguarda a sua chance de obter um mandato.

CapaVon
Em 2013 Von quase se tornou prefeito obtendo 23.019 votos.

Agora, filiado ao PSDB, o que se analisa no meio político é que Von estaria diante de sua grande chance de ser prefeito de Guarapari. Caso seja confirmado que Edson não vai disputar a eleição, em virtude dos seus problemas com o Tribunal de Contas, Von seria o nome que possivelmente teria maiores chances de vencer estas eleições. Mas isso não seria uma tarefa fácil.

Empecilhos. Carlos Von enfrentaria vários problemas. Teria que vencer o candidato indicado por  Edson, o candidato indicado por Orly – ou mais uma vez enfrentar o próprio Orly – vencer a desconfiança do meio empresarial, principalmente ligado a construção civil, que tem receios pela sua falta de experiencia administrativa e pelas críticas que ele já fez nas campanhas anteriores; e também vencer aquele que poderia lhe fazer frente, caso Edson realmente não venha: o vereador Gedson Merízio (PSB).

VON2
Carlos Von está diante de sua maior chance de se tornar prefeito, mas também diante do maior desafio de todos.

Duelo. Filiado ao partido do ex-governador Casagrande e com apoio da igreja católica, Gedson e Von, podem fazer a grande disputa dessa eleição. Mas, Von não pode perder de vista os outros candidatos, dos mais de 10 que já se disseram pré-candidatos, pelo menos uns 3 devem confirmar os nomes e podem minar alguns  votos de Von.

Com esses empecilhos, e algumas outras dificuldades que devem aparecer, podemos dizer que Carlos Von está diante de sua maior chance de se tornar prefeito, mas também diante do maior desafio de todos. Se ele tiver ciência do que vem pela frente e se já estiver preparado para enfrentar essa batalha, poderá enfim sair vitorioso das urnas. O caminho é longo, mas sem dúvidas, sem Edson na disputa, Von leva uma pequena vantagem sobre os outros candidatos.