Foi feito pela primeira vez o registro fotográfico da ave Apuim de Costas Pretas (Touit melanonotus) no Espírito Santo. A ave, que encontra-se na categoria “Em perigo” na lista de espécies ameaçadas de extinção em território capixaba, foi fotografada no Parque Estadual Paulo César Vinha (PEPCV), localizado em Setiba, Guarapari.

Apuim de costas pretas
Ave foi fotografada no Parque Estadual Paulo César Vinha (PEPCV), localizado em Setiba, Guarapari. Foto: Rafael Boni

O coordenador de Reestruturação e Criação de Unidades de Conservação do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Rafael Boni fez o registro do animal, no dia 18 de fevereiro, quando participava de uma atividade de campo com a equipe do livro “Biodiversidade do Espírito Santo”. Até então, não havia nenhum registro científico da ocorrência da espécie em território capixaba.

Apuim de costas pretas 1
A ave, que encontra-se na categoria “Em perigo” na lista de espécies ameaçadas de extinção em território capixaba.Foto: Rafael Boni

O fato de a espécie ser quase sempre silenciosa, frequentar o topo das árvores e possuir coloração semelhante ao de seu habitat, dificulta sua observação. Há registros que relatam sua ocorrência em pontos espalhados da faixa litorânea dos estados da região Sudeste do Brasil e também do litoral baiano. “A ave é típica da região de Mata Atlântica e, embora já se tenha falado sobre a ocorrência da espécie no Espírito Santo, é a primeira vez que sua presença é comprovada”, afirma Rafael Boni.

Sobre a espécie
A espécie também é conhecida por papagainho, periquitinho, apuim-de-cauda-vermelha e apuim-de-costa-escura. A sua principal característica são as penas vermelhas em sua cauda curta, barradas de negro. Que ficam ocultas parcialmente com a ave em repouso. Centro do dorso em vértice negro. Coloração geral verde, com matiz acinzentado no peito e ventre. Bico esbranquiçado e anel ocular alaranjado.

Fonte: Seama/Iema

Deixe seu comentário

Comments are closed.