O governador do Estado, Renato Casagrande, ao lado do subsecretário de turismo do Estado, lançou, nesta sexta-feira (12), a Pesquisa de Demanda Turística no Espírito Santo. O levantamento será feito em 17 municípios em quatro momentos: temporada de inverno, Réveillon, temporada de verão e no Carnaval. Os resultados contribuirão para o planejamento de ações, bem como para a otimização de recursos públicos para o setor. A primeira pesquisa, que é referente à temporada de inverno, terá início neste sábado (13).

O governador do Estado, Renato Casagrande, ao lado do subsecretário de turismo do Estado, lançou, nesta sexta-feira (12), a Pesquisa de Demanda Turística no Espírito Santo. Foto: Hélio Filho/Secom

Questionários. Serão realizados levantamentos de dados por meio da aplicação de questionários, face a face, para a caracterização da demanda turística em diversos destinos do Estado. O trabalho será realizado pela empresa Qualitest Ciência e Tecnologia Ltda., vencedora da licitação feita pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur). A coleta de dados será realizada eletronicamente, com registro automático das coordenadas do local visitado por meio de GPS e da gravação do áudio das entrevistas.

Casagrande destacou que os dados vão permitir organizar melhor as políticas públicas voltadas ao turismo. “Estamos buscando fazer com essa e outras ações que o Estado atraia cada vez mais pessoas. Quando sancionei o Feriado Estadual na época da Festa da Penha, recebi críticas, mas tenho certeza que será uma medida importante. É a terceira maior festa católica do país, muita gente vem ao Estado e podemos potencializar negócios com o feriado”, afirmou.

Diagnóstico. Para Gedson essa pequisa dará das ferramentos para um trabalho eficiente. “Com essa pesquisa teremos uma forma muito clara para nós termos um diagnóstico em números, para nós termos uma melhor tomada de decisão. Nós forneceremos agora as condições para que os municípios e em especial a nossa cidade de Guarapari, tenham dados para poder tomar decisões e ter um planejamento estratégico eficaz para um melhor desempenho econômico, social, de oportunidades, de geração e emprego desse eixo importante e vocacional, que é o nosso eixo do turismo da nossa região”, disse.

Ao lado de Gedson, Casagrande destacou que os dados vão permitir organizar melhor as políticas públicas voltadas ao turismo.

Reurbanização. Outras iniciativas de fomento ao turismo foram citadas pelo governador, como a retirada de fios expostos na Rua do Lazer em Santa Teresa e as obras de reurbanização nos balneários de Anchieta, Piúma e Marataízes. “Estamos fazendo ainda um grande investimento em saneamento, que ajuda a criar um ambiente com qualidade de vida aos moradores e que atrai os turistas. Na região do Caparaó, estivemos hoje em Divino de São Lourenço, demos Ordem de Serviço para a construção de uma rodovia. Toda aquela região também será atendida com o saneamento. A política de turismo não é só da Secretaria, mas de todo o governo”, disse.

Municípios. O levantamento de dados será feito em Anchieta, Castelo, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Guarapari, Linhares, Marataízes, Piúma, Santa Teresa, Santa Leopoldina, São Mateus, Serra, Venda Nova do Imigrante, Vila Velha e Vitória.

O prazo para execução das quatro pesquisas é de dez meses contados a partir da assinatura do contrato. A primeira pesquisa a ser feita será a da temporada de inverno entre os dias 13 e 28 de julho. No dia 31 de dezembro deste ano será feita a do Réveillon. Em janeiro de 2020 será feita a da temporada de verão, como também durante o feriado nacional de Carnaval.