O governador do Estado, Renato Casagrande, participou, nesta quarta-feira (20), da inauguração da nova Subestação Safra da EDP, distribuidora de energia elétrica no Espírito Santo, localizada no município de Atílio Vivácqua. O empreendimento, que recebeu investimento de R$ 38 milhões, vai beneficiar mais de 354 mil habitantes dos municípios da região sul capixaba. A obra gerou 300 postos de trabalho durante a fase de construção.

De acordo com a empresa, a instalação conta com três níveis de tensão, (138/69/13,8 kV) e promoverá um importante reforço no abastecimento da região sul do Estado, que antes dependia de uma única fonte de energia, proveniente da subestação Cachoeiro. A operação do empreendimento será telecomandada via Centro de Operações Integradas (COI). A nova subestação foi erguida em uma área de 11 mil metros quadrados.

Em sua fala, Casagrande destacou que a região vem recebendo grandes investimentos públicos e privados, que necessitam do reforço no abastecimento de energia. “O sul capixaba tem conquistado novos empreendimentos que demandam mais energia, como a fábrica da Suzano, da Laticínios Porto Alegre e a nova planta da Selita. Essa nova Subestação será fundamental para o desenvolvimento da região. Ter capacidade e autonomia na geração de energia é fundamental para que possamos enfrentar esse momento de crise hídrica que vivemos e que encarece a produção da energia”, pontuou.

A nova Subestação Safra faz parte do investimento recorde de cerca de R$ 3 bilhões da EDP no Estado, programado para o período entre 2021 e 2025. Esse montante corresponde a quase o dobro do que foi investido no período entre 2016 e 2020.

O aporte tem como foco a expansão da rede, preparando o sistema elétrico para o desenvolvimento das 70 cidades da área de atuação; melhorias operacionais; redução de perdas, como o combate ao furto de energia; investimento em digitalização e atendimento ao cliente. Para isso, a Companhia entende ser necessária uma rede de distribuição segura, confiável, monitorada e flexível.