A Cesan encontrou 13 irregularidades e 19 estabelecimentos usando água de poço para consumo humano
A Cesan encontrou 13 irregularidades e 19 estabelecimentos usando água de poço para consumo humano

A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) está finalizando, neste mês, as vistorias em estabelecimentos comerciais próximos às praias da Grande Vitória e dos municípios do litoral Sul. Até o momento, as equipes visitaram 731 estabelecimentos e encontraram 13 irregularidades e 19 estabelecimentos usando água de poço para consumo humano – considerada imprópria para uso, devido ao risco de provocar danos à saúde.

O objetivo da varredura nas orlas é analisar a proveniência da água utilizada nos estabelecimentos comerciais, reduzir a inadimplência e combater irregularidades nas ligações de água. Até o momento, 262 estabelecimentos foram vistoriados na Serra e Vitória, 233 em Vila Velha, 126 em Guarapari, 64 em Piúma e 46 em Anchieta e Iriri.

Assim que a equipe de varredura encontra as irregularidades a Cesan aplica uma penalidade, que é a cobrança de seis vezes o valor da tarifa média de consumo e o valor projetado do que o imóvel teria gasto no período em que a irregularidade estava ativa. Já os imóveis que se encontram em débito com a empresa poderão ter o seu abastecimento de água cortado e os eventuais desvios serão retirados e hidrômetros serão instalados nos locais sem medição.

No último verão, a Cesan fiscalizou 717 estabelecimentos comerciais na orla do Espírito Santo. Foram encontradas 23 irregularidades e em 12 estabelecimentos os técnicos identificaram uso apenas de água de poço ou junto com água da Cesan.

Plano de combate aos gatos e denúncias

Fora do período do verão, a Cesan tem um trabalho durante todo o ano de combate aos desvios. A política de combate a ligações clandestinas faz parte do plano de redução de perdas da Companhia e tem reflexo na melhoria da qualidade do abastecimento de água para a população, já que o volume de água que deixa de ser desviado passa a atender aos clientes com ligações regulares.

As denúncias de fraudes nas ligações de água podem ser feitas pelo telefone 115, pelo e-mail: atcliente@cesan.com.br ou pelo site http://www.cesan.com.br, por meio do link “Fale Conosco”. A empresa garante o anonimato.

Deixe seu comentário