O dia de chuva forte que atingiu a Grande Vitória no último sábado (18) foi seguido por um período de sol forte e calor intenso. Essa é uma associação favorável para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O mosquito transmissor da dengue se prolifera em água parada.

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), o avanço de uma frente fria pode causar chuvas isoladas em todo Estado. Já no domingo, uma massa de ar polar faz o dia começar frio, mas a temperatura deve subir aos poucos.

Por conta dessa variação de chuva e calor, a prevenção ao mosquito deve ser mantida.

Veja aqui o 20º boletim da dengue

Veja aqui o 20º boletim de zika

Veja aqui o 20º boletim chikungunya

Para isso é fundamental manter as ações de eliminação dos focos do mosquito e ficar atento para o surgimento dos primeiros sintomas da doença.

Como se prevenir:

 – Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;

– Tirar água dos pratos de plantas;

– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;

– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

Deixe seu comentário

Comments are closed.