Uma iniciativa que mudou a história de várias crianças do bairro Adalberto Simão Nader foi a Crescer com Viver. A pediatra, Dra. Neuza Marchesi, que tem já tem 17 anos de carreira, junto com uma colega de profissão, decidiu fazer algo mais pelas crianças da comunidade que atendia. Elas perceberam que lá não era suficiente curar as pessoas fisicamente. “Nós atendíamos as crianças e percebemos que depois de curadas, elas retornavam para a rua para brincar e não tinham nada para fazer que as afastasse das más companhias”, disse.

Crianças adoram as aulas. Foto: Jamille Scopel.
Crianças adoram as aulas. Foto: Jamille Scopel.

Nesse momento foi que elas pensaram em montar um serviço para atender a comunidade de outra forma, com curso e aulas para que eles tivessem algo mais para fazer, que hoje se tornou a Associação Crescer com Viver. No início, os adultos não eram beneficiados, mas depois foi notado que os pais das crianças também precisavam de algo para ocupar a mente e até mesmo para aprender uma profissão.

Estrutura

Primeiro a associação, começou utilizando umas salas no espaço do Correio do bairro. Depois de 1 ano, tudo deu certo e uma casa foi alugada para funcionar como sede e como local onde são ministradas as aulas e cursos.

Novidades estão por vir. Foto: Jamille Scopel.
Novidades estão por vir. Foto: Jamille Scopel.

Aulas e cursos

São oferecidos vários cursos e aulas, entre eles, estão: tae-kwon-do, futebol, judô, violão, percussão, artes, corte e costura, oficina de beleza, coral, violino e outras.

Há aulas para adultos também. Foto: Jamille Scopel.
Há aulas para adultos também. Foto: Jamille Scopel.

Evento beneficente

Como a associação vive de doações, vez por outra, um evento é realizado para que sejam arrecadados recursos para a manutenção do trabalho feito. A próxima festa é no dia 18de maio, às 19h30, no Espaço Jardim. Com o nome de Pagode Solidário, o evento terá a entrada no valor de R$ 10 com direito a participar das atrações, comida e bebida a parte. Crianças até 12 anos não pagam.

Deixe seu comentário