Moradores denunciaram um ferro velho que fica na estrada que liga os bairros Santa Rosa, Portal Clube e Jabaraí, em Guarapari. O local, construído há pouco tempo, está tirando o sossego de moradores. Uma dona de casa entrou em contato com a redação do Portal 27 reclamando que várias tentativas de prevenir a dengue já foram feitas. “Vários moradores já foram lá conversar com ele, para que tome cuidado com a água parada, mas ele nem deu ouvidos”, disse a moradora, que pediu para não ser identificar.

Foto: Colaboradora
Foto: Colaboradora

Preocupada, ela ligou para a ouvidoria da Prefeitura de Guarapari e conseguiu o contato do Centro de Controle de Zoonozes para pedir uma fiscalização e não conseguiu falar. “Liguei várias vezes, em dias diferentes e horários alternados e ninguém atende nos dois números que me passaram. Eu queria que eles viessem verificar a situação do local”.

Os dados de dengue e zika no Estado preocupam. Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, nesta quinta-feira (dia 17) foram registrados 2.866 casos suspeitos de infecção pelo zika vírus, sendo 63 confirmados laboratorialmente.

A prefeitura explica que:

“O Centro de Controle de Zoonoses informa que o local é considerado “Ponto Estratégico”, sendo monitorado constantemente pela Equipe Especial de Controle de Pontos Estratégicos a cada 15 dias e combatido com o uso de insecticida e larvicida.

Pontos Estratégicos são locais vulneráveis à proliferação do vetor, devido ao acúmulo de materiais que servem de criadouros, como borracharias, ferros-velhos, rodoviárias, ferroviárias, logradouros públicos, cemitérios, locais com fins de lazer ou religiosos, piscinas de uso público, dentre outros.

Lembrando que todas as ações executadas seguem diretrizes do Manual de Normas Técnicas de Controle da Dengue, de acordo com o Ministério da Saúde.

Denúncias podem ser feitas ao órgão através dos telefones 3262-1456 / 3262-1271 /0800-283-9543 ou pelo WhatsApp (27) 99805-5838. Todas denuncias são apuradas no prazo de no máximo 5 dias.

Diariamente, o Centro de Controle de Zoonoses registra, em média, 05 ligações dedenúncias em diversos bairros sendo, principalmente Praia do Morro, Kubitscheck, Santa Mônica e Muquiçaba, um aumento de 20% das denúncias em relação ao mesmo período, no ano passado.

As demandas também podem ser encaminhadas a Secretaria Municipal de Fiscalização, que tem realizado a fiscalização de terrenos em estado de baldio e locais com acúmulo de inservíveis. A Fiscalização notifica o proprietário do imóvel para adequação, podendo ser autuado (multado) caso haja descumprimento da notificação.”

Deixe seu comentário