Um comerciante foi morto com 12 facadas no começo da manhã de hoje em Guarapari quando tentava receber uma dívida de aluguel. O crime aconteceu no bairro Jardim Boa Vista, há poucos metros da sede da prefeitura.

Lierbete foi morto com 12 facas quando tentava cobrar uma dívida de aluguel.
Lierbete foi morto com 12 facas quando tentava cobrar uma dívida de aluguel.

Lierbete Sodrigues de Souza, conhecido pelos amigos como Beto, era morador do bairro Santa Mônica, onde também tinha uma loja de baterias de carro. Na manhã de hoje, por volta das 5h30, ele saiu para buscar a mãe, como fazia diariamente, mas avistou o acusado, Wander Missias de Andrade, 46 voltado para casa e o seguiu.

Wander, era inquilino de um dos imóveis da mãe de Lierbete. Como o acusado estava com o aluguel atrasado e se recusava a se mudar, Beto o seguiu até a casa e os dois começaram uma discussão.

Lierbete foi morreu no segundo andar deste sobrado. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Lierbete foi morreu no segundo andar deste sobrado. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“O Wander chegou de bicicleta e minutos depois o Beto chegou de carro. Eles já subiram as escadas discutindo. Quando eles entraram, começou um barulho como se eles estivessem brigando e uns gritos abafados, até que eu ouvi um grito de dor e depois ficou tudo em silêncio”, contou o vizinho.

Momentos depois de terminada a confusão, Wander foi visto saindo da casa, pegando um lençol e voltando para o interior do sobrado. Alguns minutos depois saiu novamente e enrolou a faca usada para matar Beto no lençol, pegou a sua bicicleta e fugiu.

Wander fugiu de bicicleta, mas foi seguido por um vizinho e acabou preso. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Wander fugiu de bicicleta, mas foi seguido por um vizinho e acabou preso. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Wander não notou, mas ele foi seguido por um dos vizinhos que ouviram a confusão. “Eu saí primeiro que ele e esperei ele passar de bicicleta e fui seguindo. Liguei para a polícia e fui passando a localização dele. No kart-indoor ele jogou fora o lençol com a faca e continuou até Camurugi”, contou o vizinho, que pediu para não ser identificado.

Policiais Militares localizaram o suspeito e o prenderam. Wander confessou que matou Beto, mas contou outra versão dos fatos. De acordo com ele, Beto invadiu a casa dele enquanto ele dormia e começou a espancá-lo. Ele pegou a faca para se defender e acabou matando a vítima.

O corpo foi levado para o DML de Vitória. Foto: João Thomazelli/Portal 27
O corpo foi levado para o DML de Vitória. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Mas a perícia da Polícia Civil esteve no local e contabilizou doze facadas espalhadas pelo corpo da vítima, sendo seis no tórax e abdome e três em cada braço. O suspeito não soube explicar por que deu tantas facadas na vítima, já que estava apenas se defendendo. Wander foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, praticado por motivo fútil. O corpo de beto foi encaminhado para o Departamento Médico Legal de Vitória.