A possível filiação do prefeito de Guarapari, Edson Magalhães (PSDB), ao partido de Bolsonaro (PSL) (veja aqui), movimentou os bastidores da cidade para as eleições de 2020. Edson deve tentar a reeleição e estaria em busca de um novo partido.

A articulação da ida de Edson para o PSL estaria sendo feita pelo vereador Dito Xareú (SDD). “Estamos conversando com Edson. O prefeito de Guarapari é bem-vindo em qualquer partido”, disse o vereador.

“Eu não conversei e não é o meu radar”, diz Manato.

O Portal 27 procurou o presidente estadual do partido, Carlos Manato, para saber mais sobre esse fato. “Nunca houve conversa com Edson. Nunca conversei sobre nada. O Dito por telefone é que está dizendo que tem interesse. Mas eu não conversei e não é o meu radar. Não estou pensando em Edson não”, explicou Manato.

Liderança. De acordo com Manato, ele e Edson nunca tiveram parcerias políticas. “É uma grande liderança, tem grandes chances de ser reeleito, mas o grupo dele nunca teve oportunidades para Manato”, disse.  

Base.O presidente do PSL disse que vai ouvir a sua base, antes de qualquer atitude do partido em Guarapari. “Então eu vou pensar com muita calma e quero ouvir primeiro a direita de Guarapari. Eu quero ouvir as pessoas que assumiram a responsabilidade comigo, com Bolsonaro e com a deputada federal Dr. Soraya Manato. Quero deixar claro que eu nunca conversei com Edson sobre esse assunto”, finalizou.

Comments are closed.