A manobra de bastidores que antecipou na manhã de quarta-feira (27) a eleição da presidência da Assembleia Legislativa para o mandato, que só começa em 2021, foi duramente criticada pelo deputado estadual Sergio Majeski (PSB).

Sem nenhum comunicado oficial ou anterior, a sessão preparatória para eleição da Mesa Diretora foi anunciada durante a sessão ordinária (encerrada com apenas 13 minutos de duração) pelo deputado Marcelo Santos (PDT), que presidia os trabalhos.

Deputado Sérgio Majeski é contrário a reeleição da Ales e fez duras crítias. Foto: Tati Beling

“Estaria jogando minha biografia no lixo se votasse sim em uma armação tão sórdida, tão rasteira, tão pequena, tão antidemocrática quanto essa. É um dia triste, é um dia lamentável, é um dia de luto para esta casa. Como se pode apequenar uma casa, um poder desta estatura dessa forma”, destacou Majeski ao anunciar o voto contrário à chapa única, encabeçada pelo atual presidente da Ales.

Com 30 deputados, o Plenário elegeu por 24 votos a favor e cinco contra a Mesa Diretora que vai comandar a Assembleia Legislativa no biênio 2021-2023. O atual presidente, deputado Erick Musso (Republicanos), foi reeleito em uma chapa com a seguinte formação: Marcelo Santos (PDT) como 1° vice-presidente; Torino Marques (PSL), 2° vice-presidente; Adilson Espindula (PTB), 1° secretário; Freitas (PSB), 2° secretário; Marcos Garcia (PV), 3° secretário; e Janete de Sá (PMN), 4° secretário.

Os votos contrários foram dos deputados Fabrício Gandini (Cidadania), Iriny Lopes (PT), Luciano Machado (PV), Dary Pagung (PSB) e Sergio Majeski (PSB) e o deputado Theodorico Ferraço (DEM) não votou.

“Foi tudo tramado para pegar todo mundo de surpresa, foi muito vergonhoso o que aconteceu. Acho que a sociedade terá uma reação em relação a isso, percebendo esse movimento que ocorreu e como ele ocorreu, com atitudes pequenas manter e usufruir do poder. O que aconteceu aqui hoje é um dos dias mais vergonhosos da história da Assembleia Legislativa”, completa Majeski.

Com informações da Comunicação/Ales
Deixe seu comentário