Sai ano, entra ano e a situação do esgoto que deságua na praia de Santa Mônica continua em pauta. Uma leitora do Portal 27 procurou nossa redação para denunciar o descaso e abandono da região.

Regina Célia é moradora de Belo Horizonte (MG) e tem uma casa em Santa Mônica há muitos anos. Segundo ela, de uns tempos para cá, Santa Mônica está abandonada. “Desde aquele começo ali da padaria de Santa Mônica, ali eu falo que é uma área nobre e está muito abandonada, as pessoas não cuidam do próprio espaço, mas o pior de tudo não é isso, o pior é o mar que está recebendo todo o esgoto daquela parte ali. Tem acho que quatro pontos de Santa Mônica que estão recebendo esgoto a céu aberto”, afirma Regina que diz já ter tentado de tudo para poder resolver a situação. Ela já até procurou uma vereadora para pedir ajuda, mas não obteve resposta.

Esgoto a céu aberto na praia de Santa Mônica – foto da leitora

Regina disse já ter procurado outros veículos de comunicação que também denunciaram a existência de esgotos que desaguam na Praia de Santa Mônica, mas, segundo ela, nenhuma reportagem surtiu efeito. A administração quando pensa em Guarapari, “só pensa da Praia do Morro para lá, não pensa nas praias do lado de cá né, a praia Santa Mônica está abandonada”, afirmou.

“Infelizmente o povo costuma mandar fotos que dizem eu amo Guarapari, dizendo que a cidade é o quintal da casa delas, mas estamos com um quintal mal olhado, um quintal abandonado, judiado, maltratado, diferente de um quintal de casa, que você organiza, limpa e mantém em perfeito estado para qualquer pessoa que chega poder conviver. A praia de Santa Mônica felizmente não está assim”, desabafa nossa leitora que nos enviou fotos e vídeos do esgoto escorrendo “desde o antigo Ali Babá seguindo em direção ao rio, esgotos a céu aberto na praia”.

Entramos em contato com a Prefeitura Municipal para verificar se há algum projeto em andamento para resolver o problema do esgoto em Santa Mônica e recebemos a seguinte resposta.

“A Secretaria Municipal de Meio Ambiente esclarece que a Santa Mônica e a região norte está contemplada no plano municipal de saneamento, como curto prazo, para início da implantação do saneamento.

Ações de educação ambiental e fiscalização estão sendo realizadas, porém, as ligações clandestinas de esgoto em drenagem pluviais precisam ser sanadas. Para isto, é necessário o apoio da população, muitas vezes reclamantes, mas que mantém as ligações clandestinas.

Lembrando que nos locais onde ainda não há oferta da rede coletora de esgoto, é de RESPONSABILIDADE DO CIDADÃO a adoção de medidas eficazes no tratamento de seu efluente domestico, ou seja, possuir sistema de tratamento convencional (fossa, filtro e sumidouro, sistemas de biodigestores e outros), sendo expressamente proibido a realização de ligações clandestinas e rede e manilhamento sem qualquer tipo de aprovação ou controle ambiental eficiente.

A fiscalização continua trabalhando no programa Se Liga na Rede, além da conscientização”.

Confira outras fotos enviadas por nossos leitores:

Comments are closed.