Duas mulheres falsificaram documentos para compra de carro, e acabaram presas. Denise Mariano Teixeira de 44 anos e Patríca Aparecida Ferreira de 36 foram presas na tarde de ontem (13), quando tentavam finalizar a compra em uma concessionária de Guarapari.

IMG-20140514-WA0016
Denise Mariano Teixeira (esquerda) e Patrícia Aparecida Ferreira são moradoras da Grande Vitória.

As criminosas usavam documentos falsos, para realizar a compra do veículo de marca Chevrolet, modelo Prisma, no valor de R$45.890,00. Toda a transação já estava acontecendo a mais de um mês. “A Denise apareceu na concessionária, para a compra do veículo, apresentou os documentos originais, tiramos a Xerox e enviamos ao banco para aprovação do crédito. Mas após a aprovação do crédito, a concessionária passou duas semanas ligando para ela, e não obteve retorno”, conta o gerente geral da loja.

Com a desconfiança, o gerente chegou a cancelar a nota fiscal de compra do veículo. “Estávamos achando esquisita a demora com o retorno do telefonema, e resolvemos cancelar tudo”, explica ele. Mas após o cancelamento, Denise e Patrícia apareceram para levar o carro e foram presas pelos policiais apaisanas.

delegado_davidO nome usado pelas criminosas era de Ivone Amaral Milhem, moradora de Minas Gerais. O delegado acredita que esses documentos foram encontrados por uma das mulheres, e tiveram apenas a foto trocada, substituindo pela fotografia de Denise. “Os documentos foram achados e o contracheque foi retirado da internet”, explica David de Santana Gomes, delegado responsável pela delegacia Patrimonial.

O delegado ainda disse que as duas já possuíam passagem pela polícia. “Ambas já estavam praticando pequenos delitos, de empréstimos e abertura de crediário em outras lojas”, conta ele. Diante dos fatos, as duas vão responder por crime de estelionato e falsidade material, podendo pegar de três a 11 anos de prisão.

 

Deixe seu comentário