Nesta última segunda-feira (23), a CPI do Asfalto decidiu convocar o ex-secretário Municipal da Fazenda, Tolúnio Fernandes Romanelli para prestar esclarecimentos na reunião que será realizada na próxima quarta-feira (02), às 13h.

Débitos. O presidente da Comissão, vereador Rogério Zanon (PSB), explicou o motivo da convocação. “Diante de uma certidão negativa que recebemos que mostra que a empresa tinha um débito com a prefeitura e mesmo assim recebeu o pagamento, decidimos convocá-lo para ele explicar isto. Ele vai ter que nos dizer como pagou uma coisa se tinha dívida”.

Gilmar, Rogério e Oziel, membros da CPI do asfalto.

Código Tributário. Segundo o parlamentar, o Código Tributário do município determina que o valor da dívida fosse descontado da quantia que seria paga para a empresa, o que não aconteceu. “Se isso não acontece, acaba causando dano ao erário público. Ninguém está dizendo que houve falcatrua. Mas, nossa função é levar esclarecimento para população e muito nos intriga o pagamento de quase um milhão da maneira meteórica que foi feita. Por isso, vamos investigar da maneira mais límpida possível para esclarecer esse pagamento para a população”.

Ainda na reunião, a CPI reiterou à prefeitura o pedido de envio do processo 21870, que está sendo investigado e não foi encaminhado na primeira solicitação.