Segundo moradores, faltam médicos, remédios e materiais para curativo e Prefeitura de Guarapari pede materiais emprestados de outras cidades.

A falta de médicos, remédios e materiais de necessidade básica tem sido alvo de inúmeras reclamações no município de Guarapari. Para que a situação não prejudique a população, a prefeitura está pegando materiais emprestados de outras prefeituras e tentando manter os Postos de Saúde funcionando.

Segundo a Secretaria de Saúde do município, a mudança do corpo administrativo da cidade após as eleições de 2012, que tiveram que ser realizadas novamente em 2013, atrasou o andamento do processo de compra dos utensílios. A previsão da prefeitura é que a situação seja normalizada dentro de no máximo 30 dias.

posto

A estudante Camila Figueredo precisou ir a três postos de saúde até conseguir fazer um curativo na perna. A informação era a de que não havia material e que os pacientes só conseguiam realizar o procedimento se levassem os utensílios. Só na terceira tentativa, Camila conseguiu ser atendida. “Fiquei surpresa. Fui informada que aqui ainda tem pouco material, que eles estão controlando só pra casos de emergência”, disse.

A farmacêutica da prefeitura de Guarapari, Sarah Faria, explicou que a segunda eleição realizada no município, em fevereiro deste ano, atrasou o andamento do processo de compra dos materiais. “A gente teve abertura no início do ano de processo de compra, como é de costume. Porém, houve uma segunda eleição no município, todo o corpo administrativo da prefeitura mudou e a gente teve que reabrir esse processo. Dentro de uma semana a situação já vai se regularizar”, disse.

Já a secretária de saúde de Guarapari, Aurelice Vieira, disse que será necessário um mês para que a Justiça decida sobre a contratação de serviços. “Material de curativo, por exemplo, nós tínhamos uma compra de R$ 1 milhão e tanto. Impugnaram dois itens e o processo voltou à estaca zero pra eu começar tudo outra vez. infelizmente existe essa parte burocrática e que eu tenho que seguir”, explicou.

Deixe seu comentário