Os policiais da Força Tática do 10º Batalhão realizaram um treinamento para que consigam lidar de maneira segura e eficiente para controlar tumultos ou distúrbios civis. O treinamento foi realizado ontem na Associação de Policiais Federais do Espírito Santo (APOFES) e contou com todo o efetivo do grupo.

O treinamento, chamado de Choque Ligeiro tem como objetivo nivelar os policiais para que realizem intervenções com técnicas e tecnologias não-letais ou menos letais, e consigam restabelecer a paz e a ordem em situações de grande confusão e desordem civil.

“Uma manifestação, ou grandes eventos, em segundos pode sair do controle e é nesse momento que quem tem esse curso atua com o conhecimento para lidar com a situação de forma técnica, pela preservação de vida, da lei e da ordem”, afirmou o Tenente Rafael, coordenador do curso e comandante da Força Tática.

O tenente também comentou alguns treinamentos a mais que os agentes foram submetidos, como técnicas de tiro e as não-letais, além de citar a importância dessa atividade. Segundo ele, os militares participaram de exercícios que exigiram esforço psicológico e físico.

“Os militares estaduais foram submetidos a diversas instruções, como tiro policial e técnicas de tecnologias não letais. É importante que eles mantenham o condicionamento para estarem preparados para atuar em situações de crise”, finaliza o tenente.

Por João Pedro Barbosa, estagiário.