O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) interditou parcialmente o Fórum de Guarapari após as fortes chuvas que atingiram o Estado. O atendimento do plantão judiciário, que acontece durante o recesso do Poder Judiciário, será realizado no Salão do Júri do próprio Fórum. O recesso teve início nesta sexta-feira, 20, e vai até o próximo dia 6.Forum

O prédio foi interditado após a diretora do Fórum, juíza Ângela Cristina Celestino de Oliveira, chamar a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros para vistorias. Nesta sexta, foi apresentado um laudo em que foi pedida a interdição parcial do Fórum. Uma equipe de engenheiros do TJES também esteve no Fórum da comarca para vistoriar o local.

A decisão foi encaminhada ao presidente do TJES, desembargador Sérgio Bizzotto, para a tomada das devidas providências. O Tribunal irá providenciar os reparos e deve ser aberto processo licitatório em caráter de emergência. Não há riscos de desabamento.

Mesmo com a interdição provisória do Fórum nesta sexta, os atendimentos não deixaram de ocorrer. Durante todo o dia, os magistrados e servidores em plantão realizaram os mesmos em frente ao Fórum, construído em 2005.

De acordo com o setor de engenharia do TJES, o Tribunal está tentando contratar uma empresa para a reforma do Fórum desde 2009. Vários processos licitatórios foram abertos, mas não foram homologados pela participação de poucas empresas. Ainda segundo o setor de engenharia, pequenas intervenções já foram feitas no Fórum de Guarapari.

Natália Bongiovani –  TJES

Deixe seu comentário