Mais um candidato a prefeito de Guarapari teve o registro da candidatura impugnado pela Justiça Eleitoral. O candidato do Partido Trabalhista Nacional (PTN) Franz Tristão não apresentou documentos necessários ao registro no tempo correto.

A decisão foi proferida ontem (07) pela juíza eleitoral Fernanda Correa Martins. A juíza argumentou que, “deixou o candidato Franz Tristão de Almeida de atender a exigência… consistente na apresentação de certidão criminal da Justiça Federal de 1º grau, da circunscrição da qual tenha domicílio eleitoral, pelo que não há como verificar a existência, ou não, de condenação criminal”.

Franz Tristão resolveu retirar seu nome da lista de pré-candidatos. Foto: divulgação
Franz Tristão teve o registro de candidatura impugnado pela Justiça Eleitoral. Foto: divulgação

A decisão é similar à que foi dada ao candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) Manoel Couto também por não apresentar as certidões de antecedentes criminais.

Qualquer cidadão que queira pleitear um cargo político deve apresentar as certidões de antecedentes, para provar que não tem condenações criminais, já que a Lei da Ficha limpa impede que o candidato tenha condenações criminais de qualquer aspecto.

O candidato Franz tristão conversou com a reportagem do Portal 27 e falou que ainda não foi notificado da decisão da Justiça, mas disse que o advogado da campanha está analisando a decisão e amanhã tomará as medidas cabíveis para o caso. Tristão fez questão de assinalar que como a decisão ainda cabe recurso, a campanha continua na rua, sem alterações.

Marquinhos Borges

O candidato do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) a prefeito de Guarapari, Marquinhos Borges, estava com o registro da candidatura pendente pois não havia feito a declaração dos bens à Justiça Eleitoral.

MarquinhosBorgesO promotor eleitoral havia pedido o indeferimento do registro à Justiça, que concedeu prazo de 72 horas para que o candidato apresentasse a declaração, o que foi feito.

Então, na tarde de ontem a juíza eleitoral Fernanda Correa Martins deferiu o registro da candidatura de Marquinhos, considerando-o apto para disputar as eleições.

Deixe seu comentário