hosp vila velha thi (8)_jpg
Autoridades presentes no evento. Foto Thiago Guimarães. SECOM

Nesta segunda-feira (23), o Governo do Espírito Santo entregou o Hospital Estadual de Vila Velha – antigo Hospital dos Ferroviários. Nesta primeira etapa de funcionamento, a unidade ofertará 50 leitos do total de 95 previstos. Assim que tudo for concluído, o valor total investido será de R$ 6 milhões em melhorias que incluem reforma do espaço físico e compra de novos equipamentos.

hosp vila velha thi (3)_jpg
Assim que tudo for concluído, o valor total investido será de R$ 6 milhões.Foto Thiago Guimarães. SECOM

Representando o secretário de Estado da Saúde, José Tadeu Marino, o subsecretário, Fábio Benezath, explicou como será o atendimento na unidade. “O hospital atuará como retaguarda para casos de urgência e emergência, recebendo somente pacientes encaminhados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ou seja, não haverá pronto-socorro e nem atendimento direto à população”, disse.

Para ajudar a desafogar a demanda, serão disponibilizados para funcionamento imediato, já a partir desta terça-feira (24), 42 leitos clínicos e oito de cuidados paliativos, uma das novidades. “Pela primeira vez um hospital do Estado terá esse tipo de acomodação, para quem sofre com doenças sem possibilidades terapêuticas, mas precisam de atenção especializada para alívio do sofrimento”, lembrou o subsecretário.

hosp vila velha thi (7)_jpg
Nesta primeira etapa de funcionamento, a unidade ofertará 50 leitos do total de 95 previstos. Foto Thiago Guimarães. SECOM

Ao todo, serão oito quartos privativos com esse perfil de internação, com espaço para o acompanhante familiar e ambiente humanizado. “Além de oferecer assistência humanizada, esse local especializado para receber esses pacientes ajudará a desonerar leitos sem esse perfil de atendimento em outros hospitais, ressaltou.

Desde fevereiro, quando o Estado assumiu a gestão do hospital, que era filantrópico, a Sesa começou as obras de reforma e a compra de equipamentos médico-hospitalares. Assim que a segunda etapa for concluída, serão ofertados mais 45 leitos, totalizando 95, sendo 10 vagas de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e 16 para tratamento de álcool e drogas para adolescentes, entre outros, somando R$ 6 milhões em investimento.

Além de internações, o novo hospital está sendo preparado para realizar cirurgias de média e alta complexidade nas especialidades de urologia e otorrinolaringologia (nariz, ouvido e garganta), bem como consultas ambulatoriais com especialistas marcadas via Central de Regulação do Estado para pacientes da Região Metropolitana, especialmente dos municípios de Vila Velha, Cariacica, Viana, e interior.

hosp vila velha thi (6)_jpg
Desde fevereiro, quando o Estado assumiu a gestão do hospital, que era filantrópico, a Sesa começou as obras de reforma e a compra de equipamentos médico-hospitalares.Foto Thiago Guimarães. SECOM

A entrega do Hospital Estadual de Vila Velha contou com a presença de moradores de São Torquato, bairro onde fica a unidade, e redondezas. Vereadores, deputados e demais líderes políticos, assim como gestores da saúde estadual e futuros funcionários do hospital também estiveram presentes ao evento. Todos puderam visitar e conhecer as novas instalações.

Histórico

Fundação: o Hospital Associação Beneficente dos Ferroviários da Estrada de Ferro Vitoria a Minas teve sua fundação em 07 de outubro de 1918, tendo sido administrado pela Associação Civil Cidadania Brasil (ACCB).

Em 2006, o Estado celebrou com a referida Associação a contratualização, um tipo de convênio que possibilitou uma ampliação dos serviços ofertados, bem como redução da demanda reprimida existente.

Entretanto, diante da identificação de irregularidade na gestão da Associação dos Ferroviários, não foi possível a renovação desse convênio com o hospital filantrópico, o que culminou com a paralisação dos serviços em fevereiro de 2013. Em fevereiro de 2014, o Estado fez a requisição administrativa do hospital para garantir a assistência à saúde da população.

Deixe seu comentário