A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarapari está com todos os 25 leitos ocupados, hoje, caso estejam com sintomas moderados ou graves da covid-19, os moradores da cidade precisarão aguardar vagas em hospitais ou unidades de saúde, sendo cadastrados na Central de Vagas.

Na manhã de hoje, durante link ao vivo na TV Gazeta, a diretora geral da UPA em Guarapari, Alessandra Simões, comentou sobre a situação dos leitos ocupados e defendeu o seguimento das medidas necessárias para prevenção, como o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social.

“Nós ampliamos nossa capacidade, estamos com uma vazão menor para os hospitais de referência, a administração não poupa esforços. Se estivéssemos com uma vazão maior (para os hospitais) certamente não estaríamos com 100% de ocupação nestes leitos. É super importante manter o distanciamento social, uso de máscaras e uso de álcool em gel para que consigamos desocupar os hospitais da região”, disse Alessandra.

Ao todo, foram disponibilizadas 25 vagas para leitos especiais para combater a covid-19, 20 da UPA e outros 5 criados na tenda que fica em frente. Por causa da situação, enviamos questionamentos para a Prefeitura sobre o caso, que nos respondeu afirmando que não existe a intenção de criar novos leitos até o momento.

Todos os 25 leitos estão ocupados e com fila de espera.

Confira os questionamentos abaixo:

  • A UPA de Guarapari, contando com a tenda, está com todos os leitos ocupados?A UPA hoje está com 100% de ocupação dos leitos. (https://www.guarapari.es.gov.br/noticia/ler/804/ambulatorio-que-atende-pacientes-com-covid-na-upa-de-guarapari-ja-esta-com-100-de-ocupacao)
  • Existe alguma previsão de ampliação dos leitos? Quantos e quando?
    Os leitos já foram ampliados. A UPA tinha 16 leitos e hoje conta com 25 leitos.
  • Os pacientes mais graves são transferidos para hospitais da Grande Vitória?
    Todos os pacientes internados são cadastrados na Central de Regulação do Estado para serem transferidos para hospital de referência.
  • Pacientes com sintomas leves devem esperar desocupar vagas ou precisam buscar atendimento de outra forma?
    A recomendação para os pacientes com sintomas leves é o isolamento em casa, com o devido tratamento. Pacientes com sintomas moderados e graves são internados e cadastrados na Central de Vagas.

Casos da covid-19 na cidade. Até o momento a cidade de Guarapari já registrou 250 óbitos causados pela doença. Foram 11.206 casos confirmados, 10.233 curados, 34.573 notificados, 16.506 descartados e 6.861 suspeitos. A taxa de letalidade está em torno de 2,2%.

Os bairros mais atingidos são: Praia do Morro com 1.553 casos, Muquiçaba com 847, Itapebussu com 708, Santa Mônica com 612, Ipiranga com 590, Centro com 538, Kubistchek com 423, São Gabriel com 318 e Jardim Santa Rosa com 299.
Deixe seu comentário