A cidade saúde marcou presença no pódio do Circuito Estadual Capixaba de Bodyboard, realizado na Barra do Jucu, neste final de semana. É que os guarda-vidas Marcyus Thompson, de 20 anos, e Thiago Mendes da Silva, de 29 anos, conquistaram o primeiro e o segundo lugar, respectivamente, na categoria profissional masculino.

Marcyus e Thiago nos lugares mais altos do pódio do Circuito Estadual Capixaba de Bodyboard. Foto: Arquivo Pessoal

Segundo eles, cerca de 32 atletas dessa categoria disputaram o título encarando ondas de cerca de um metro de altura. Marcyus pratica Bodyboard há 11 anos e coleciona títulos em diversas categorias como vice-campeão brasileiro por duas vezes, campeão estadual open e bi-campeão mundial por equipe. Ele contou que passou para a categoria profissional no ano passado e não esperava já começar como campeão Estadual.

“Ano passado fui campeão na categoria open e este ano virei profissional e comecei com o pé direito. Não esperava este resultado porque tem grandes atletas nesta categoria que são bem mais experientes que eu. Mas na final consegui tirar o 10 e deu tudo certo”, relatou Marcyus.

O jovem já faz planos de conquistar novos títulos na sua nova categoria. “Pretendo participar no mês de julho da etapa do Brasileiro que também vai ser na Barra, em Vila Velha, e da próxima etapa que vai ser no Rio de Janeiro e espero conseguir outros títulos”.

Marcyus e Thiago são amigos e trabalham juntos como guarda-vidas em Guarapari e agora também são campeão e vice-campeão Estadual de Bodyboard. Foto: Arquivo Pessoal.

Thiago se tornou atleta de Boadyboard há 16 anos e também já conquistou diversos títulos. Ele contou que ficou cerca de seis anos afastado dos campeonatos e retornou no ano passado, quando ficou na quarta colocação geral do circuito. Já este ano ele conquistou o vice-campeonato perdendo apenas para o amigo Marcyus. “Foi emocionante. Teve altas ondas na Praia da Barra do Jucu e notas excelentes. E a minha e a do meu amigo Thompson sendo as melhores do campeonato foi maravilhoso”, afirmou Thiago.

Ele contou que conheceu o esporte quando ainda era criança, se apaixonou e agora está ensinando o filho. “Minha mãe tinha um quiosque na praia e desde pequeno via algumas pessoas surfando. Aí insisti para minha mãe comprar uma prancha para mim e desde que ela comprou nunca mais parei. Agora tenho um filho de 4 anos e estou ensinando a ele todas as vezes que vamos na praia”.

Deixe seu comentário

Comments are closed.