O Hospital Francisco de Assis (HFA), localizado na antiga Upai, completou dois meses de funcionamento no dia 22 de junho. Desde a sua inauguração, em maio, já foram realizados mais de 5.000 atendimentos pediátricos e às gestantes, além 173 partos.

O hospital materno-infantil funciona 24h e é voltado para o atendimento de crianças de até 12 anos e gestantes que recorrem ao atendimento de urgência e emergência, e de cirurgias eletivas pediátricas.

pronto atendimento infantil
HFA completou dois meses de funcionamento no dia 22 de junho.

A estrutura tem a capacidade para realizar 100 atendimentos por dia às crianças, 130 partos/mês e 65 cirurgias pediátricas/mês como adenóide, fimose, hérnia abdominal, entre outras. Inicialmente, são 45 leitos (sendo 20 obstétricos, uma Ala Pediátrica com 15 leitos de enfermaria e 10 de Unidade de Tratamento Intensivo Infantil).

Há ainda, um Centro Cirúrgico-Obstétrico e Serviços de Diagnóstico laboratorial e por imagem (ultrassom e raio x) e Apoio. Com hospital, as gestantes passam novamente a ter o direito que seus filhos nasçam na Cidade Saúde e as mães ficam mais tranquilas pela segurança de ter atendimento de qualidade direcionado aos seus filhos.

Puerpera Yasmin Rocha
“O atendimento é ótimo. A princípio eu fiquei com medo, mas deu tudo certo”, diz Yasmin Rocha .

“O atendimento é ótimo. A princípio eu fiquei com medo, mas deu tudo certo. Todos me atenderam muito bem, toda hora tinha uma pessoa ao meu lado, me dando força. E nesse momento esse carinho é fundamental”, conta Yasmin Rocha Davel, 18. Ela teve seu bebê, o Lucas Gabriel no dia 23 de junho.

Assim como ela, Kailane Fagundes Conceição, 19, mãe do Lucas Daniel, de 9 meses, aprovou a recepção. “Agora está bem melhor. Antes eu não pude ganhar neném em Guarapari, tive que me deslocar e isso foi um gasto a mais. O tempo de espera também diminuiu, sempre que chego no hospital sou logo atendida. A estrutura é maravilhosa também, só não engravido novamente porque não quero”, esclarece.

Kailane Fagundes, mãe do Lucas Daniel
“O tempo de espera também diminuiu, sempre que chego no hospital sou logo atendida”, afirma Kailane Fagundes.

Em que situação a população deve procurar o hospital?

O Pronto Atendimento Infantil é equipado para realizar atendimentos médicos de pequena e média gravidade, tais como: febre alta e contínua, intoxicação, vômitos, diarreias persistentes, e outras doenças de início súbito. O atendimento à gestante é realizado quando aparecerem os primeiros sinais do nascimento do bebê ou diante de qualquer intercorrência durante a gestação, como sangramento, dores e perda de líquido.

Em casos de menor gravidade, como lesões de pele, resfriados, quadros gripais e febre baixa, a população deverá procurar as Unidades Básicas de Saúde, que estão capacitadas a prestarem esses atendimentos.

Maternidade prima por partos humanizados. O HFA conta com 10 leitos de alojamento conjunto, onde mãe e recém-nascido dividem o mesmo espaço logo após o parto – salvo em caso de intercorrência. Trata-se de uma forma humanizada de atendimento que estreita os laços afetivos ao mesmo tempo em que estimula a amamentação. Todo o atendimento à gestante segue as premissas da Rede Cegonha.

Endereço: Rua Antônio Lira Monjardim s/nº – Praia do Morro
Telefone: 27 3362-6555/3362-6217

Deixe seu comentário