Creso é o empresário que comprou, em julho de 2019, as lojas do Supermercado Santo Antônio. Foto: Laura Botechia

A Justiça do Estado emitiu no último dia 7 um mandado de prisão preventiva a Creso Suerdieck Dourado, da empresa DX Group Participações e Investimentos. Creso é o empresário que comprou, no final de julho de 2019, as lojas do Supermercado Santo Antônio, além de quatro supermercados Smart em Guarapari. As informações são da jornalista Beatriz Seixas, do jornal A Gazeta – ES.

Apesar do processo, que iniciou em janeiro, estar em segredo de justiça, consta no Banco Nacional de Mandados de Prisão que Creso pode ter cometido diversos crimes, dentre eles, lavagem de dinheiro, ocultação de bens, apropriação indébita previdenciária, uso de documentação falsa, estelionato e organização criminosa.

A prisão preventiva é uma medida contra risco de fuga, destruição de provas, intimidação de testemunhas, entre outros. Como o processo ainda segue em segredo, não se sabe ao certo o motivo da prisão decretada pela Justiça do Estado.

Para o jornal A Gazeta, a defesa de Creso informou que “está verificando o ocorrido e que vai avaliar quais medidas serão tomadas”.

 

Deixe seu comentário