Nos últimos dois dias, o rapaz já conseguiu mais de R$12 mil em doações, mas o valor necessário é de R$72 mil.

Thiago Merízio, de 27 anos, abriu uma conta no Vaquinha Online para pagar os custos de uma cirurgia contra a osteomielite. O morador de Guarapari estava voltando do trabalho quando sofreu um acidente de moto em abril de 2019, colidindo de frente com um caminhão na BR101. Ele passou por cirurgias e depois teve algumas complicações. Diante isso, ele abriu uma Vaquinha Online para pagar os custos de uma cirurgia contra a osteomielite. Nos últimos dois dias, o rapaz já conseguiu mais de R$12 mil em doações, mas o valor necessário é de R$72 mil.

Thiago, que mora no bairro Amarelos, conta detalhes do ocorrido. “Fui diretamente para o antigo Hospital São Lucas, onde foi constatado trauma grave em membro inferior esquerdo. Fui submetido à cirurgia reconstrutiva de ossos da perna pelo método de Ilizarov, conhecido como “gaiola” e cobertura de falha cutânea através da técnica de retalho muscular e enxerto de pele”. De acordo com ele, todos esses procedimentos foram cobertos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com ele, todos esses procedimentos foram cobertos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O motociclista permaneceu com o Ilizarov por 9 meses sem sinais infecciosos, com sinais clínicos e radiológicos de consolidação óssea. Entretanto, depois de 15 dias da retirada desse aparelho, surgiram sinais de refratura. Foi feita uma ressonância magnética da perna e descoberta uma infecção que se estendeu por 16cm: a osteomielite.

A osteomielite é a infecção da medula óssea e costuma acometer ossos como úmero e fêmur, mas pode acontecer em qualquer parte do sistema ósseo. Essa infecção causa inflamação, fazendo pressão contra a parede exterior rígida do osso. Assim, os vasos sanguíneos da medula podem se comprimir, reduzindo o fornecimento de sangue ao osso.

Thiago ressalta a importância de ter feito a vaquinha online: “Foi feita para arrecadar fundos para fazer essa cirurgia de forma particular. O SUS até disponibiliza a cirurgia, mas a fila de espera é gigantesca e, a cada segundo que passa, eu corro o risco dessa infecção comprometer o osso da minha perna por completo”.

Para colaborar com qualquer quantia de dinheiro e ajudar o Thiago, acesse aqui sua Vakinha Online.

Deixe seu comentário