Um laudo divulgado pela perícia da Polícia Civil do Espírito Santo apontou que o ciclista Roberto Pereira da Silva, 31 anos, havia ingerido álcool e cocaína, antes do acidente que vitimou, além dele, três jovens de Guarapari no último dia 27 de julho. (veja aqui)

Os jovens bateram de frente com o rabecão, depois de tentarem desviar do ciclsita
Os jovens bateram de frente com o rabecão, depois de tentarem desviar do ciclista

“O laudo pericial sobre o acidente que envolveu um ciclista, um veículo de passeio e um transporte de cadáveres da Polícia Civil, no último dia 27 de junho, na Rodovia do Sol, foi concluído nesta segunda-feira (13)”. De acordo com o Superintendente de Polícia Tecno-Científica, Danilo Bahiense, “o acidente foi provocado pelo ciclista Roberto Pereira. O laudo aponta um alto teor alcoólico e cocaína no sangue de Roberto”, destaca Danilo. As investigações estão sob responsabilidade do delegado Alberto Roque Peres, titular da Delegacia de Delitos de Trânsito, que só irá se manifestar após a conclusão do inquérito policial, que ainda não foi encerrado.

O acidente foi por volta das 22 horas no km 19 da Rodovia do Sol. O acidente ocorreu depois de Roberto tentar atravessar a pista. Bruno Raidan Gobbi, 24 anos, tentou desviar do ciclista, mas acabou invadindo a pista contrária e batendo de frente com o rabecão. Além de Bruno, faleceram no acidente Ricardo Henrique Piveta Corssini, de 21 e Jéssica Adriana Mendes da Cruz de 23 anos. Letícia Raidan Gobbi, de 18, foi a única sobrevivente do acidente. Ela passou por uma cirurgia no braço.

 

Deixe seu comentário