“Saber a que horas o meu irmão morreu é irrelevante. Não vai trazer ele de volta”. Este é o desabafo do irmão de Bruno Gil Alcon, 16 anos, que desapareceu no mar da Praia do Morro no último sábado. (veja aqui e aqui)

“Nós não recebemos nenhum tipo de suporte da prefeitura. A minha mãe está muito fragilizada. Ele era o mais novo dos seis irmãos e o único que morava com minha mãe e meu padrasto, que tem 80 anos”, declarou Ugleisson.

No vídeo abaixo, Ugleisson conta o drama pelo qual ele e a mãe passaram durante os minutos que culminaram com o desaparecimento de Bruno nas águas da Praia do Morro.

Em resposta ao apelo de Ugleisson, em nota a prefeitura de Guarapari respondeu o seguinte: “A Prefeitura orienta que os familiares procurem a Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania para que sejam verificadas as possibilidades de auxílio à família”.

Deixe seu comentário