Uma informação obtida em primeira mão pelo Portal 27, mostra que a justiça aceitou hoje (10), um mandado de segurança com pedido de liminar pedida pela Câmara Municipal de Guarapari e suspendeu os efeitos da eleição que definiu no dia 30 de novembro, o vereador Enis Gordin (PRB), como novo presidente da Câmara de Guarapari.

Suspensa. A decisão do Juiz Gustavo Marçal de Silva Silva, da Vara da Fazenda Pública, diz que “A luz do exposto, DEFIRO a liminar para suspender todos os efeitos decorrentes da sessão realizada no dia 30/11/2018, notadamente as eleições da nova Mesa Diretora e das Comissões Permanentes realizadas na referida data, ficando, assim, mantida a realização da eleição para o dia 20/12/2018, conforme regularmente convocada pelo presidente da Câmara Municipal”

Onze vereadores compareceram à sessão no dia 30 de novembro e elegeram Enis como novo presidente.

Entenda. A eleição estava marcada para o dia 30 de novembro. Mas o presidente Wendel Lima (PTB), suspendeu a sessão e remarcou para o dia 20 de dezembro. Alegando que não era correto esse adiamento, um grupo de 11 vereadores, entrou no plenário e realizou a sessão mesmo assim.

Eles então elegeram o vereador Enis Gordin como novo presidente para o biênio 2019/2020.   O atual presidente, Wendel Lima (PTB), disse que a sessão era nula e que a sessão oficial estava marcada para dia 20 de dezembro. Paralelo a isso, a procuradoria da Câmara entrou na justiça com esse mandado de segurança com pedido de liminar e o juiz deu a decisão favorável suspendendo essa eleição.

Deixe seu comentário

Comments are closed.