Comuns em Piúma no verão e carnaval, as reclamações de perturbação de sossego aumentam nas cidades litorâneas durante o período, quando muitos turistas vêm aproveitar as férias nas praias.

Com isso, o combate à poluição sonora em Piúma ganhou reforço na alta temporada e quem descumpriu a Lei Municipal nº 894/2001 e a Lei Federal 3.688, art. 42 e 9.053/1997, art. 288 teve seu equipamento de som recolhido. E nesse caso, para retirar os aparelhos, os proprietários deverão pagar uma multa de R$ 1.460,00.

O combate à poluição sonora em Piúma ganhou reforço na alta temporada. Foto: Comunicação Piúma.

Mesmo com o trabalho de conscientização realizado pela prefeitura em conjunto com a Polícia Militar, com turistas que chegavam na cidade, a operação no decorrer do carnaval gerou cerca de 58 autos de infração do dia 09/02 até o momento, sendo um total de 110 equipamentos de som apreendidos.

Segundo Raniery Miranda, Secretário de Meio Ambiente, o combate à poluição sonora vai continuar. “Vamos trabalhar de forma ininterrupta também após o carnaval. Muitas pessoas estão colaborando conosco e ligando para agradecer nossa intervenção juntamente com a Polícia Militar”, concluiu.

Raniery Miranda, Secretário de Meio Ambiente de Piúma

Agradecimentos. Segundo a empresária de turismo, Olímpia Pimenta, a fiscalização só trouxe benefícios para a cidade. “Ano que vem vamos colher os frutos desta ação e resgatar as famílias para nossa cidade. As pessoas têm se manifestado contrária as ações do Secretário de Meio Ambiente no combate ao som e acham que isso prejudicou o verão. Eu tenho defendido esta ação. Quem traz recursos para a cidade que são as famílias, que acabam não vindo mais para Piúma por conta da baixaria que os carros de som trazem. Parabéns Secretário, você está fazendo a diferença”, disse.

A professora e psicopedagoga Chica Feres, também parabenizou a ação da prefeitura. “Piúma esteve muito bem em relação a outros carnavais. Atuação ativa e presente do Secretário faz a diferença”.

Comments are closed.