Os quiosques de Guarapari, famosos e muito frequentados durante várias décadas, parecem estar vivendo um momento de volta aos bons tempos. Depois do projeto de lei que quer liberar as músicas nos quiosques, agora os vereadores querem a liberação da prefeitura para o preparo e a comercialização da moqueca nos estabelecimentos.

Vereadores querem a liberação da prefeitura para o preparo e a comercialização da moqueca nos estabelecimentos.

E mais uma vez o autor da lei é o vereador Germano Borges (PSB), que afirma que o município se trata de uma cidade turística sendo destino de milhares de visitantes todos os anos, a venda da moqueca nos quiosques seria mais um atrativo e o aumento da renda desses trabalhadores.

“Essa medida é de fundamental importância, uma vez que nossos moradores e turistas poderão desfrutar dessa maravilha que é a moqueca. Nas praias do Nordeste, a moqueca é servida até dentro d’água e em Guarapari não podemos continuar proibindo os quiosqueiros de vender”, esclarece o autor da Lei.

O Projeto de Lei de nº 149/2016 foi aprovado por unanimidade entre os vereadores durante a última sessão da Câmara.

Assim como o projeto da música, vários quiosqueiros apoiam o projeto de liberar a moqueca. Para Geraldo Andrade Filho, quiosqueiro na Praia do Morro há décadas, a liberação para o preparo e a venda de moqueca vai dobrar o atendimento nos estabelecimentos. “Todos os dias chega gente querendo comer moqueca nos quiosques e precisamos informar que é proibido vender. Com a liberação, até o cliente seria melhor atendido”.

O dono do quiosque explicou que as medidas foram tomadas após a inauguração da nova orla, em dezembro de 2011, e diminui muito a permanência do cliente nos estabelecimentos. “Antes eram 55 jogos de mesas, hoje temos apenas 12 e ainda sobra”, contabiliza Geraldo.

O Projeto de Lei de nº 149/2016 foi aprovado por unanimidade entre os vereadores durante a última sessão da Câmara. A prefeitura aguarda o projeto ser entregue para apreciação.

 

Comments are closed.