A baleia orca encontrada encalhada na manhã de quinta feira (14) na Praia da Boca da Baleia. em Anchieta, litoral Sul do Espírito Santo, morreu na manhã de hoje (15). Segundo o diretor do Instituto Orca, Lupércio Araujo, o animal estava muito doente e os voluntários fizeram de tudo para salvar o animal, mas ela estava muito doente.

DSCN1152
A baleia orca encalhada em praia de Anchieta, acabou não resistindo e morreu na manhã de hoje.

O estado de saúde da orca piorou muito durante a madrugada. Ainda de acordo com Lupércio, os voluntários e técnicos chegaram a colocar a orca na água, mas ela retornou para a areia.

Lupércio informou que não poderia levar o animal para o Instituto Orca, pois não há no local um espaço que comporte o cetáceo. Agora, os biólogos irão fazer uma autópsia no animal para identificar as causas da morte.

Estado não é rota da baleia. Lupércio Araujo afirmou que o Espírito Santo não é área de deslocamento desta espécie, que prefere águas mais frias. No entanto, ele recebeu, há alguns anos, uma foto de um velejador que fotografou uma Orca em águas profundas no território capixaba, mas é a primeira vez em 30 anos de profissão que vê uma encalhar no litoral do Estado. “Em 30 anos trabalhando com estes animais (marinhos) é a primeira vez que vejo uma Orca no Estado”, comentou.

Baleia. Apesar de serem chamadas de “baleias”, as Orcas são na verdade, da família dos golfinhos (Delphinidae). A orca alimenta-se principalmente de peixes, lulas. Possui uma camada grossa de gordura que funciona como um isolante térmico, protendo o animal das oscilações de temperatura da aguá. Esta espécie animal pode viver, aproximadamente 30 anos de idade.

Deixe seu comentário