A cena chamou a atenção de muitos moradores e turistas que passaram pela Av. Beira Mar da Praia do Morro, na tarde deste domingo (19). A avenida precisou ser interditada por mais de uma hora. Corpo de Bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU) e muitas viaturas da Polícia Militar foram acionados para evitar que uma senhora de 58 anos pulasse do 9º andar.

IMG-20141019-WA0008
A avenida Beira Mar ficou interditada mais de uma hora.

Lúcia Maria de Oliveira anunciou para o síndico do prédio que iria tentar pular da varanda do apartamento em que mora. Diante dessa informação, o síndico Sérgio Moura entrou em contato com os irmãos da Dona Lúcia e pediu a presença deles. “O síndico me ligou, e disse que a Lúcia anunciou que ia pular da varanda do apartamento. E por causa disso, todos os moradores estavam presos dentro do apartamento com medo”, contou a irmã de dona Lúcia, Ana Maria de Oliveira.

A polícia foi a primeira a tentar contato com dona Lúcia, que estava sozinha e trancada no apartamento. Os PMs relataram que a senhora estava bastante alterada e em total descontrole emocional, respondendo de forma hostil a abordagem. Devido a este impasse, o Corpo de Bombeiros e o SAMU também foram acionados.

IMG-20141019-WA0009
A senhora de 58 anos dizia que ia morrer de qualquer jeito, e por isso queria pular.

A irmã de dona Lúcia conta que ela gritava: “eu sei que vou morrer mesmo, então tanto faz eu morrer do câncer ou pulando”. Lúcia foi diagnosticada com câncer de mama há seis anos, e também sofre de transtorno bipolar afetivo. O irmão George Jacque explicou que ela faz tratamento para controlar o transtorno, mas quando o tratamento está indo bem, ela para.

Após ser socorrida pelo SAMU e encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento do município (UPA), o médico aplicou um remédio tranquilizante em dona Lúcia. Mesmo assim, dona Lúcia dormiu apenas por 15 minutos, levantou e fugiu do hospital. Os irmãos Ana Maria e George passaram a noite em claro, a procura de Lúcia, e descobriram na manhã de hoje (20), que ela já está no apartamento e não autorizou a entrada deles. O marido de Lúcia está na Inglaterra, e os irmãos apenas esperam que ela volte para o tratamento do transtorno que sofre.

Deixe seu comentário