O Bruno está de “BOA” e Nós somos todos “ELIZAS”…

12
INJUSTIÇA – Ilustração Marcelo Moryan

 

 

 

Eu nunca pensei tanto em como começar a escrever um texto. Deveras, sem pudor algum, esta é uma coluna que pelo seu descaramento, próprio das terras tupiniquins, já nasce zombeteira, impune, cheia de sangue e faz do nosso O.J. Simpson, o goleiro Bruno – o símbolo algoz de que serve… e para que serve a “justiça do papel” – FAZER INJUSTIÇA!

Na melhor das hipóteses a tal “Justiça” serve e cede aos argumentos. Com leis tão esdrúxulas esboçadas em um labirinto colossal de subjetividades – conclui-se que culpar advogados, juízes, delegados e ministros é como culpar um médico por ministrar dipirona para dor de cabeça – reza a sabedoria letrada e ensinada nas faculdades que dipirona serve para o fim em questão.

Quando Marco Aurélio Mello, ministro conhecido pelo seu perfil “garantista” (aquele que em premissa considera a liberdade direito maior sobre todas as outras garantias… até que se esgotem todos os recursos) decidiu por soltar o Goleiro Bruno ele o fez por uma interpretação CORRETÍSSMA do Código de Processo Penal. Isso é justiça? Nos moldes do cânone jurídico, SIM, justiça ampla… (risos), parece piada, mas é isso mesmo, JUSTIÇA AMPLA.

Não teríamos ficado com vermelho nos olhos se o nobre ministro não tivesse fora dos autos declarado: “MINHA DECISÃO NÃO FOI POLITICAMENTE CORRETA”.

A esta altura do campeonato a JUSTIÇA que deveria dar cartão vermelho a uma atrocidade, atropela toda a defesa da sociedade que se inspira no POLITICAMENTE CORRETO para marcar um golaço de IMPUNIDADE.

Resumindo:

Dane-se a Eliza Samudio, jogada aos cachorros ou nossas dores –  o que importa é o que está escrito no Código Penal. Dane-se o meu sentimento, o seu ou dos familiares de Eliza – o que importa agora é o sorriso largo do nosso O.J Simpson e suas centenas de posts com cara de Saulo transformado em Paulo.

Brunão – o “Paulo” – está tão convencido da sua transformação que ao sair da cadeia em sua primeira entrevista profetizou:



“Eu queria deixar bem claro, se eu ficasse lá, tivesse prisão perpétua, por exemplo, no Brasil… não ia trazer a vítima (Eliza Samudio) de volta”; “Paguei, paguei caro pelo meu erro, não foi fácil”.

O pobre menino ressocializado do Doutor Marco Aurélio, assim como seu patrono da liberdade, parece fiar-se ao que está escrito e também ousa de matemático e guru terepêutico, vejamos a conta: Para matar e jogar aos cachorros um Ser Humano, basta ficar 06 anos e 07 meses preso ou quiçá nem um dia… afinal isso não vai trazer a pobre alma à vida não é mesmo? (Não sei se vomito agora ou no final).

Para a imeeeeensa felicidade de Bruno, ele acaba de assinar com o Boa Esporte Clube… uauuuuu… o que tem de post dele com SORRIZÃO ostentando este fato por aí não está no gibi. Cada post é um TAPA da “justiça do papel” na cara da sociedade. A verdade é que o caso Bruno, Elisa e os cachorros é apenas uma “vespinha” em meio a um vespeiro infindável –  é fato corriqueiro no Brasil de hoje.

Só não vou vomitar aqui no final porque há muitos que NÃO estão comprometidos com a “justiça do papel” e tomam para si decisões “POLITICAMENTE CORRETAS E JUSTAS” – É o caso da empresa Nutrends Nutrition que estampava como patrocinadora a camisa do Boa Esporte Clube. Isso mesmo, “estampava”; ontem (11/03/07 – sábado) a empresa anunciou que não é mais patrocinadora – ganhou uma enxurrada de aplausos nas redes sociais e a minha admiração.

O “Boa” já começou perdendo e a sociedade, cansada, espera que ele e os “códigos”, de que Marco Aurélio se serve, levem goleada – Só assim podemos crer que a “JUSTIÇA VERDADEIRA” um dia deixará de ser UTOPIA e enfim salvará a nós, ELIZAS!

Institucional Karla
Institucional Basic Idiomas
Institucional M Conveniências [banner top]
Banner Marcelo
Institucional MAllagutti

Dia D Docutum
Institucional Flex Motors [banner final]


12 Comentários

  1. ninguém fala dos milhares de pessoas que o governo mata por ano
    policias com equipamento precário armas ultrapassada
    hospitais sucateados programa mais médicos destruído
    imposta alto elevando os preços para beneficiar as empresas de fora
    como no caso da china que derrama milhões de produtos no Brasil
    estradas sucateadas causando mais acidente e pagando a globo pra jogar culpa nos outros
    tudo isso causa milhares de morte por dia
    mais se mesmo assim você prefere falar do Bruno vamos acordar cedo e fazer visita as UPAS de sua cidade

  2. no caso do Bruno não compensa não porque segundo a lei dos Homem ele esta pagando sem imunidade
    agora perante a lei De Deus ai eu busco mateus 6 vs 14

  3. Excelente reflexão Marcelo! O Bruno crê que já pagou pelo que cometeu. Ledo engano meu caro! Os anos da sua existência e do seu filho órfão de mãe, irão faze-lo cobrança pelo resto dos seus dias. Esse será indubitavelmente o cárcere eterno da sua consciência, a qual somente O Criador poderá julga -lo com a verdadeira justiça. Ele já é um eterno prisioneiro…

  4. Pois é, e o citado agora, diz se “arrependido”…. Muito parecido com o Guilherme de Pádua…..Têm inclusive matérias de que ele se converteu à religião…… Têm pessoas que não têm vergonha na cara, mesmo não……..
    Pessoas como essas, oportunistas………
    Sobre o fato do Guilherme de Pádua, lembro perfeitamente…. Se não me engano, inclusive vinha dando palestras e testemunhos em algumas igrejas…..

  5. Desculpa. O código penal e as famigeradas Leis complementar do nosso país, não me permite falar sobre este assunto.

  6. A hipocrisia comendo solta bando de filhos da puta porque Guilherme de Pádua matou Daniela Perez e veio tirar férias em Guarapari e todos o recebeu de braços aberto e Bruno não pode trabalhar.
    Talvez seria melhor ficar recebendo do governo sem trabalhar.
    quantas crianças morrem todo dia. quantos idosos morrem todo dia e você nem se tocar que ajuda a matar todas elas votando nestes canalhas assassinos que estão no poder Bruno e so mais um

  7. Amigo….nem posso comentar nada sobre mais esse tema….meu estômago não me permite . Onde foram parar os nossos VALORES ?
    “DAS PROFUNDEZAS CLAMAMOS A TI, SENHOR ! “

DEIXE UMA RESPOSTA