O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, acabou de pedir demissão do governo Bolsonaro. O motivo seria a exoneração do delegado Maurício Valeixo, ex-diretor da Polícia Federal. Em coletiva de imprensa na sede do Ministério, ele afirmou que sempre teve preocupação, desde a Operação Lavajato, da interferência do poder executivo para atrapalhar as investigações.

O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, acabou de pedir demissão do governo Bolsonaro.

“Foi conversado que nós teríamos um compromisso no combate a corrupção e me foi prometido carta branca para nomeações”, disse o Ministro. Bastante emocionado, Moro enumerou as suas conquistas no Ministério da justiça.

Ainda de acordo com Moro sobre a troca diretor da Polícia Federal. “Falei ao presidente que seria uma interferência política e ele disse que seria mesmo”, disse. Durante a coletiva o ex-ministro deixou outras frases. “Se não vou conseguir dizer não a uma demissão, fico no dúvida se vou conseguir dizer não a outros temas”.

“Tenho do dever de tentar proteger a instituição, a polícia federal. Entendi que não podia deixar de lado o meu compromisso com o Estado de direito”

“Em nenhum momento o diretor da polícia federal fez o pedido de demissão”

“O presidente não me quer no cargo”

“Tenho que preservar a minha biografia”