A patrulha da Comunidade é o projeto da Polícia Militar para aplicação de recursos com foco na prevenção do crime contra o patrimônio e redução de crimes contra a vida em aglomerados de bairros atendidos pelo Programa Estado Presente do Governo do Estado. O modelo começou a ser aplicado pelo 10º BPM, em Guarapari, no final de março deste ano, e os primeiros resultados coletados no mês de abril, comparando-se com o mesmo período do ano passado, demonstram considerável redução dos índices desses crimes no conjunto de bairros atendidos, bem como no município como um todo.

patrulha_comunidade-Thiago Guimaraes

No comparativo de abril/2013 com abril/2014, houve uma redução quase pela metade nos crimes contra o patrimônio, 46 % no conjunto de bairros atendidos, uma das mais reduções registradas na Região Metropolitana da Grande Vitória, conforme a tabela abaixo:

Aglomerado de Bairros atendidos

Crimes contra o Patrimônio – Horário:  07 às 23h

Cidade/Bairro ABR Variação
2013 2014 ABR14/13 %
GUARAPARI 96 52 -44 -46%
CENTRO 47 22 -25 -53%
COROADO 0 0%
KUBITSCHEK 9 2 -7 -78%
MUQUICABA 33 23 -10 -30%
PEROCAO 2 1 -1 -50%
SANTA MONICA 5 4 -1 -20%

        Fonte:GEAC/SESP

Ressalta-se ainda que a redução em todo o município de Guarapari foi de 28%, o que demonstra bons resultados não apenas nos aglomerados em destaque.

Dentre os crimes contra o patrimônio, as maiores reduções registradas foram de do roubo a pessoa em via pública, roubo a estabelecimento comercial e furtos em residência (arrombamentos) nos bairros atendidos pela Patrulha da Comunidade, pois apesar do decréscimo desses índices na cidade, foram quase 70% de redução nos bairros, conforme tabela abaixo:

Aglomerado

Crimes contra o Patrimônio – Horário:  07 às 23h

Cidade/Incidente

ABRIL

Variação
2013 2014 ABR14/13 %

GUARAPARI

58 24 -34 -59%
ROUBO: A PESSOA EM VIA PÚBLICA 25 8 -17 -68%
FURTO: EM ESTABELECIMENTO COMERCIAL 9 8 -1 -11%
ROUBO: EM ESTABELECIMENTO COMERCIAL 12 4 -8 -67%
FURTO: EM RESIDÊNCIA/CONDOMÍNIO 6 2 -4 -67%
FURTO: DE VEÍCULO: BICICLETA 6 2 -4 -67%

Fonte:GEAC/SESP

COMO FUNCIONA O PROJETO?

patrulhaEm cada quadrante (termo que significa a possibilidade de abranger mais de um bairro), a equipe é composta de no mínimo quatro policiais por turno, sendo uma dupla a bordo de uma viatura e outra dupla em duas motocicletas, podendo atuar no quadrante policiais militares em bicicleta e pé, por exemplo. Os policiais militares foram capacitados para atuar no projeto e participaram de  instruções sobre o método, com a premissa do policiamento comunitário, priorizando a postura, interação com a comunidade e comerciantes, com o foco na prevenção e o atendimento principalmente ao quadrante designado para cada equipe. Os Capitães Comandantes de Companhia (são três em Guarapari) coordenam reuniões com a comunidade de maneira a monitorar as ações, ouvir críticas e sugestões e prestar contas do trabalho aos moradores.

Nessa primeira fase do projeto, considerando critérios técnicos de índices criminais coletados,  foram elencados na cidade de Guarapari quatro quadrantes, sendo eles Centro, Coroado\kubistschek (e todos os bairros vizinhos, como Olaria, Ipiranga, Santa Margarida e outros), Muquiçaba/Itapebussi, e Perocão\Santa Mônica.

 A Polícia Militar em Guarapari salienta para que a comunidade continue participando ativamente nas reuniões, trazendo críticas e sugestões para a melhor aplicação do policiamento comunitário, denunciando criminosos através do telefone 181, participando ativamente junto com a Polícia Militar na construção de uma cultura de paz e respeito às leis.

Deixe seu comentário