O Partido Republicano Progressista (PRP) de Guarapari protocolou hoje na prefeitura da cidade, um oficio (Processo: 2013/6/1566), com o pedido de  reunião junto ao conselho tarifário da cidade e prefeitura, para que seja analisado a possibilidade de uma redução da tarifa na Cidade Saúde.

normal_26203-ASATUR_458
Asatur é uma das empresas da cidade. É a unica que tem o cartão eletrônico.

Atualmente quem utiliza o transporte na cidade, paga R$ 1,90 reais em ônibus de qualidade duvidosa e quem nem sempre passam no horário. “É preciso que o governo municipal avalie se existe a possibilidade de reduzir o preço da passagem”, explica o presidente do PRP, ex-vereador José Raimundo Dantas.

Ainda de acordo com ele, esse é o momento de discutir a situação do transporte de Guarapari. “O governo federal e outros governos já reduziram as tarifas em outras cidades e estados, precisamos puxar essa discussão aqui na cidade”, afirmou ele, que vai aguardar a resposta do prefeito para saber se o governo tem interesse nessa discussão.

2782_1
Ex-vereador Dantas agora quer que a prefeitura reduza a passagem.

Dantas é o autor da lei que implantou o sistema de bilhetagem eletrônica na cidade. Na época, segundo ele, a ideia era ter um melhor controle sobre o serviço de transporte coletivo de Guarapari, evitando entre outras coisas, a sonegação de impostos.

O vereador falou também sobre a tentativa de revogação da lei. “Essa lei é utilizada em grandes cidades. Uma hora teria que ser implantada em Guarapari. Agora se está sendo mal utilizada cabe as autoridades investigarem. É uma posição dos vereadores que eu respeito”, afirma.

Deixe seu comentário