Um policial militar que é acusado de se envolver em uma confusão que acabou matando uma jovem e ferindo um segurança em uma boate na Serra, na madrugada de sábado (18), acabou morrendo em Guarapari.

Informações apuradas pelo Portal 27, são que ele efetuou um disparo na boca. A Polícia Militar foi chamada ao local, mas ao chegar já encontrou o soldado, identificado como Patrick Ramos Guariz, que atua no 6º Batalhão, morto. O fato aconteceu em um sitio na região de Amarelos, interior de Guarapari.  

Ele sacou a arma e disparou contra o segurança e acabou matando Thalita do Carmo Pereira, de 19 anos,

A MORTE DA JOVEM. Na madrugada de sábado, o PM estava em uma boate em Laranjeiras na Serra, quando se envolveu em uma confusão com um segurança. Ele teria saído da boate e quis voltar quando foi impedido pelo segurança.

Ele sacou a arma e disparou contra o segurança e acabou matando Thalita do Carmo Pereira, de 19 anos, que estava próxima a porta de saída da boate. O segurança ferido foi socorrido pelo SAMU e levado para o hospital Jaime Santos Neves, na Serra. Ele foi identificado como Hélio Soares Bastos Júnior, de 27 anos.  

OUTRO CASO. O PM, já tinha se envolvido em outro caso. Em dezembro de 2015, o militar deu dois tiros no chão em uma boate na Praia do Canto, em Vitória. Os estilhaços atingiram seis pessoas e ele respondia pelo caso na Justiça.

Deixe seu comentário

Comments are closed.