A Polícia Civil de Guarapari (PCES) prendeu na manhã de ontem (28) no bairro Jabaraí, um homem acusado de estuprar a própria enteada de 15 anos. De acordo com informações da polícia, a menina estava em uma festa no bairro Praia do Morro, quando o acusado de 40 anos, que é mototaxista, foi buscá-la de madrugada.

Matagal. Segundo a polícia, o padrasto a levou para uma casa que ele próprio construía no Bairro Santa Mônica e lá iniciou o crime. Como a adolescente gritava e ele a levou para um matagal, onde consumou o delito.

Ainda de acordo com a polícia, a adolescente tentava gritar, mas o padrasto tapava a boca dela com força. Após o estupro, o padrasto retirou vários carrapichos e sujeiras do cabelo da adolescente, mas os policiais ainda encontraram outros, que foram anexados ao Boletim de Ocorrência.  Após o crime, ele a levou para a casa onde vive com a mãe da menina, no Bairro Jabaraí.

Resistência. Na manhã de domingo, a adolescente contou tudo ao pai, que compareceu à delegacia de Guarapari. De posse das informações, a PCES prosseguiu até a residência do padrasto , onde efetuou a prisão. Ele precisou ser dominado e algemado, já que resistiu à prisão.

Segundo a polícia, o padrasto a levou para uma casa que ele próprio construía no Bairro Santa Mônica e lá iniciou o crime.

21 anos de prisão. A adolescente foi encaminhada, pelo conselho tutelar, para receber a medicação adequada contra possíveis doenças e para realizar exames no DML. O padrasto foi preso por estupro de adolescente cometido por padrasto e por resistência. As penas podem chegar a 21 anos de prisão.  Ele foi encaminhado ao presídio de Viana.

*com informações da Polícia Civil  

*atualizado após novas informações da assessoria da PC as 19h33

Deixe seu comentário