Polícia e EDP descobrem furto de energia elétrica em Guarapari

6

Em operação realizada para o combate ao furto de energia em Guarapari, a Polícia Civil e a EDP Espírito Santo realizaram inspeções em dois comércios – um supermercado e uma padaria -, no bairro Santa Mônica, e, em ambos os casos, foi detectada fraude no medidor de energia, caracterizando furto.

A ação aconteceu na manhã desta quinta-feira, dia 20, e os responsáveis pelos locais foram conduzidos para a Delegacia Regional da Cidade. Durante as inspeções, foi constatado que de toda energia consumida só uma parte era paga pelos empresários. A Distribuidora ressalta que novas operações serão deflagradas na região.

Foram alvos de inspeção um supermercado e uma padaria no bairro Santa Mônica

O furto de energia é crime, previsto no Artigo 155 do Código Penal Brasileiro, que dispõe: “Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel: pena de reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa”. Além do processo criminal, os empresários irão arcar, conforme a regra da Resolução Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, com a cobrança de toda energia não faturada durante o período da irregularidade e o custo administrativo.

Prejuízos para a população
Ao contrário do que muitos imaginam o furto de energia elétrica não traz perdas apenas para a Concessionária. Os maiores lesados são os próprios clientes. Como a tarifa abrange também as perdas elétricas, o custo da energia usada irregularmente pelas pessoas que cometem esse crime é parcialmente repassado a todos os usuários da rede.



O furto de energia é crime e prejudica a todos os cidadãos, além de ser uma prática perigosa que pode provocar sobrecarga na rede elétrica com prejuízo para a população que sofre com a falta do fornecimento em suas residências e ruas ou, por exemplo, com danos aos equipamentos elétricos e ainda devido à queda na qualidade da energia.

Entre os acidentes que podem ocorrer quando são realizadas intervenções irregulares na rede elétrica, tanto para os usuários, bem como moradores, vizinhos e demais pessoas próximas à fiação irregular, estão o choque elétrico, curto circuito e incêndios.

A EDP Espírito Santo pede que a população contribua e denuncie ligações irregulares. Para isso, disponibiliza canais de atendimento, como o Call Center (0800 721 0707), as Agências de Atendimento ao Cliente e o site www.edp.com.br. O sigilo é total e a inspeção é realizada com a máxima urgência.

Banner Marcelo
Institucional Basic Idiomas
Institucional MAllagutti
Institucional M Conveniências [banner top]
Institucional Karla

Dia D Docutum
Institucional Flex Motors [banner final]


6 Comentários

  1. Interessante, que contrassenso, quando roubam da concessionária o consumidor é quem paga. E quando a concessionária recebe o valor do furto, é rateado e creditado na conta do consumidor? Pimenta só arde no meu olho.

  2. PREJUIZO PARA QUEM MESMO PARA POPULAÇÃO OU PARA O GOVERNO QUE DEIXA DE ROUBAR MENOS ESSA E A VERDADE , SEM IMPOSTO O GOVERNO NAO RECEBE AI DEIXA DE ROUBAR MENOS , SE O BRASIL FOSSE UM PAIS SERIO TUDO BEM AGORA ESSA POUCA VERGONHA QUE VIROU O PAIS , ROUBO DE ENERGIA E O DE MENOS E OS 40 BILHOES E OS OUTROS ROUBAS NA PETROBRAS JA VOLTOU PARA O POVO BRASILEIRO CADE O DINHEIRO QUE O LADRAO DE 4 DEDOS ROUBOU JA VOLTOU PARA O POVO BRASILEIRO AGORA ROUBO DE ENERGIA AS AUTORIDADES CORRE ATRAS TEM QUE CORRER ATRAS E DAR CADEIA PARA ESSES BANDIDOS POLITICOS PRINCIPALMENTE OS QUE TEM 4 DEDOS DO P.T

  3. SUPERMERCADO FM SE INVESTIGAR SÓ MAIS UM POUCO DESCOBRIRÃO MUITO MAIS COISAS!QUEM SABE SABE!KKKKKKKK

  4. Tem que passar na rua da bica em perocão, um monte de gatos nas casas, puxam do poste e passam por baixo ta terra para uma fabrica de gesso, outros pra uma baia de cavalos, fora as casas de uma area invadida entre outras. Tá demais, a EDP não faz nada. A gente cansa de denunciar e ninguém toma providências, o maximo que fazer é desligar os fios e assim que vão embora, eles religam, tem que prender esse povo também.

  5. Reportagem medíocre, falou que teve dois furos de energia em estabelecimento na cidade, não deu detalhes nem nada só pra encher linguiça foi no Wikipedia copiou colou.

  6. Mas uma porcaria de reportagem , já que escreveram que foi constatado o furto de energia; eu pergunto : qual é o motivo de não mencionarem os nomes dos estabelecimentosenvolvidos ?.

DEIXE UMA RESPOSTA