O prefeito de Guarapari, Edson Magalhães, deu entrevista ao radialista Sandro Venturini, da Rádio Colina, na manhã de hoje (18) e explicou que os servidores da cidade não vão ter abono este fim de ano. Segundo ele, a economia do país e a lei de responsabilidade fiscal impedem o abono.

“Hoje eu estou proibido de dar abono, por conta do Tribunal de Contas e por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal. Então nós temos que procurar outro mecanismo, ano que vem espero que o governo federal e o Brasil possam mudar e que a gente possa ter aumento de receitas satisfatórias em todos os sentidos”, explicou.

Improbidade. Ainda de acordo com o prefeito, se desse o abono ele entraria em improbidade. “Isso daria improbidade administrativa com certeza, porque a folha iria a mais de 56% e eu estaria respondendo por improbidade administrativa. Eu não posso fazer isso, eu tenho responsabilidade. A gente está sempre recebendo o sindicato dos servidores e se houver possibilidade e se a receita tiver saúde para isso aí, financeira, nós vamos rever alguns casos de plano de cargos e salários município, porque tem funcionários que ganham muito bem e tem outros que ganha muito mal e a gente tem que adequação e valorizar também aqueles que ganham pouco” disse. Ouça o áudio. 

Deixe seu comentário

Comments are closed.